Vestido longo: características, tipos e como usar 

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em outubro 31, 2022

O vestido longo é uma peça atemporal e que está presente no guarda roupa de muitas mulheres do Brasil e do mundo, isso porque se trata de uma peça muito prática que combina com quase tudo e, além disso, muito linda.

Ele é o protagonista de dias de verão e de festas importantes, mas também pode ser usado no dia a dia facilmente quando adaptado para o estilo de cada pessoa e com toques de objetos que remetam à sua personalidade.

Acontece que, assim como diversas outras peças do mercado da moda, o vestido longo conta com inúmeras modelagens, tipos e formas que servem para agradar a todo tipo de cliente e a todos os formatos de corpos.

Felizmente hoje podemos contar com um mercado de moda que está começando a dar mais passos em prol da diversidade e inclusão nos tamanhos de peças, inclusive dos vestidos longos, mas que também já podemos ver em outras, como:

  • Camisas;
  • Saias;
  • Jaquetas;
  • Calças;
  • Camisetas;
  • Sutiãs;
  • Croppeds;
  • Shorts.

Tudo isso trouxe mais conforto, acessibilidade e confiança para que pessoas, principalmente as mulheres, tivessem uma opção de um conjunto brim azul, por exemplo, do seu tamanho dentro de uma loja.

Pensando nisso e em como o vestido longo se tornou uma peça atemporal, hoje iremos conhecer alguns dos seus principais modelos, além de suas características e dicas simples para usá-lo de formas diferentes e arrasar no look final.

Principais tipos e modelos de vestidos longos

Assim como tantas outras peças, o vestido longo é uma que passou por inúmeras transformações com o passar dos anos e dos séculos. Hoje, podemos contar com um arsenal gigante de opções à nossa disposição, confira abaixo algumas delas:

Ombro a ombro

O vestido ombro a ombro é o famoso modelo onde as mangas se ligam sob o colo e a clavícula fica à mostra, ideal para quem deseja um look ousado, mas ainda assim bem sofisticado, destacando as clavículas e valorizando o colo feminino.

Oversized

O modelo oversized se tornou uma febre nos últimos anos e é possível encontrá-lo tão facilmente quanto se encontra uma camisa brim uniforme preço acessível na internet. Ele se destaca por sua modelagem bem larga e grande, trazendo um ar de modernidade.

Princesa

Já o vestido longo princesa, como o próprio nome já diz, é aquele que possui um formato semelhante aos de princesas de contos de fada, com mangas bufantes, cintura marcada e um comprimento mais cheio, dando um ar de leveza e romantismo para a peça.

Rodado

O vestido rodado é aquele que possui um tecido mais pesado no comprimento, mas que ao mesmo tempo é leve em seu caminhar, fazendo com que ele traga movimento para o corpo e acompanha as ações de quem o veste.

Canelado

O modelo canelado surgiu há pouco tempo, mas também já é uma febre. Se destaca por sua modelagem bem justa ao corpo, principalmente nas pernas, destacando o corpo por completo de quem o veste, desde os ombros até as panturrilhas.

Gola alta

A gola alta é uma febre da moda que entrou com força total nos últimos meses, e nos vestidos longos eles trazem um ar de sofisticação e elegância. Além de ajudar a alongar o corpo, é importante se atentar à etiqueta roupas lavagem deles na hora de limpar.

Sereia

Já o modelo sereia é um dos mais famosos quando falamos principalmente de vestidos longos para festa. Eles se destacam por uma modelagem bem justa ao corpo e que cria uma espécie de calda com o tecido que parte do meio da panturrilha.

Reto

O vestido longo reto é um que divide opiniões, pois há quem o ame e quem o odeie. Como o próprio nome já diz, ele é reto e não marca nada do corpo, ideal para quem não gosta disso, além de ser um dos melhores modelos para quem deseja transmitir modernidade.

Casual

O vestido casual já é aquele que quase toda mulher tem em seu guarda-roupa, é um vestido curinga que casa com qualquer situação. Na maioria das vezes é estampado ou liso e possui um tecido bem leve, sem grandes produções, ele combina com tudo e todas.

Midi

Por fim, mas longe de ser menos importante, o vestido midi também surgiu há pouco tempo e se caracteriza por ser um modelo mais composto, formal e elegante que cria uma espécie de saia embutida que faz com que ele pare até mesmo duas peças.

Todos esses modelos podem ser encontrados facilmente em diversas lojas físicas ou online junto a sacolas de ráfia personalizadas preço acessível para levar para sua casa ou até mesmo presentear alguém que você ama.

Dicas de formas para usar vestidos longos

Agora que você conhece quais são alguns dos principais modelos de vestidos longos que estão disponíveis no mercado, chegou o momento de aprender a montar looks diferentes, modernos e lindos com eles.

Esse pode ser um grande desafio para as mulheres, pois os vestidos longos, por serem peças únicas, geram grande dúvida no momento da produção, pois muitas não sabem o que combina com ele e o que pode complementar para a produção de um look bacana.

Por isso, selecionamos algumas dicas simples, que qualquer pessoa consegue colocar em prática e que te ajudarão a fazer de um simples vestido longo uma peça e base fundamental para um look moderno e lindo. Confira:

Abuse dos acessórios

Assim como uma equipe de gestão de redes sociais para empresas abusa das ferramentas de interação para ter mais engajamento com o seu público, você também deve abusar daquilo que trará ótimos resultados para a sua produção, nesse caso, os acessórios.

Muitas pessoas subestimam os acessórios e acreditam que eles não fazem tanta diferença assim na produção de um look, mas a verdade é que eles são cruciais para isso e você só entenderá quando ver o resultado na prática.

Por isso, na próxima vez que usar um vestido longo, aposte na colocação de um cinto, em uma bolsa diferente, em colares chamativos, brincos longos, pulseira, óculos escuros e até mesmo lenços, você verá como o seu look mudará por completo.

Aposte em segundas peças 

O vestido longo, por se tratar de uma peça única, fica à disposição de sobreposições com segundas peças que podem fazer toda a diferença na produção e trazer tanto um ar mais elegante quanto um ar mais moderno para o look final.

Para isso, vale a pena apostar em uma jaqueta de couro ou uma jaqueta jeans, em uma camisa por baixo do vestido ou até mesmo uma echarpe, mas lembre-se de conferir a etiqueta autoadesiva em rolo que vem na peça para confirmar a qualidade do material.

Até mesmo um simples blazer pode fazer toda a diferença em sua produção e te ajudar a ficar do jeito que deseja. A forma como você se veste diz muito sobre você, por isso é importante montar um look em que se sinta confortável e que goste.

Construa um look despojado

Muito se fala sobre um look despojado nos últimos tempos, e ele se destaca por uma produção moderna e até mesmo com um estilo mais jovial, com elementos que remetem a um ar mais descontraído e alegre.

Para isso, vale a pena incrementar o seu look com vestido longo junto a um tênis casual, uma bota de salto ou até mesmo um coturno, que traz um ar de personalidade forte para a produção.

Aqui vale a pena ressaltar a importância de ter boas caixas de papelão ondulado embalagens para guardar os seus sapatos da maneira correta e evitar o acúmulo de fungos que podem destruir os seus calçados.

Essas são algumas dicas que podem te ajudar a incrementar os seus looks com um simples vestido longo e começar a vê-lo de uma forma completamente diferente, sendo a peça base para que a sua criatividade voe e crie looks diferentes.

Conheça sobre a origem histórica do vestido longo

Para finalizar, não poderíamos deixar de comentar sobre a história do surgimento e do começo do uso de vestidos longos, que se deu indícios há muitos séculos, e ainda hoje é uma das peças mais consumidas e usadas em todo o mundo.

Tudo começa ainda no século XIX, com o surgimento da opalanda, que servia como uma espécie de bata, uma camisa mais comprida que envolvia todo o corpo. O seu principal objetivo naquela época era cobrir os cidadãos, principalmente as cidadãs.

Naquela época, a produção dessa vestimenta era caríssima e se limitava apenas aos nobres, diferente dos dias atuais, onde conseguimos encontrar vestidos longos e baratos com a mesma facilidade com a qual encontramos uma boa bancada inox expurgo.

Voltando para o século XIX e entendendo mais sobre a História da Moda, os vestidos longos eram marca registrada da Grécia e Roma Antiga, Egito e diversas outras culturas potentes em todo o mundo, mesmo que na época a peça ainda não recebesse esse nome.

Dando um pulo na história, os tipos europeus de silhueta dos anos 1700, os despojados maxi dresses hippie dos anos 1960 e os famosos versáteis modelos dos anos 2000 marcaram a adaptação da peça com o passar do tempo.

Sendo assim, podemos entender que os vestidos longos são uma peça histórica que se adaptou às mudanças do mundo e que, até os dias atuais, ainda é uma das mais lindas, versáteis, confortáveis e acessíveis para a maioria das pessoas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade