Venda de carros usados cresce no Brasil

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por MCarlos
em setembro 22, 2021

Não é muito uma surpresa para quem acompanha o mercado automotivo, mas a venda de carros usados cresce no Brasil neste momento. E, quem fala “usados”, fala “seminovos” também. Os veículos que já tiveram dono estão entre os mais vendidos do país no momento, com vários fatores contribuindo para isso. Dá para dizer que, sem dúvida, vivemos uma crise muito diferente das outras.

Para começo de conversa, basta olhar para o ranking dos carros mais vendidos do país e ver dois fatores curiosos. O primeiro é que os hatches, antes maioria absoluta, hoje são praticamente minoria. SUVs dominam o Top 10 de mais vendidos ao lado de picapes e sedãs, deixando poucas opções para veículos populares como o HB20 ou o Fiat Argo. O antigo campeão de vendas, o Chevrolet Onix, não aparece no Top 10 faz tempo. O segundo fato curioso é que, se antigamente nós víamos modelos com mais de 20 mil emplacamentos por mês, hoje basta ter algo como 4.500 vendas em um mês para estar entre os dez mais vendidos.

Quer entender mais sobre por que a venda de carros usados cresce no Brasil? Então siga a leitura do artigo abaixo com atenção!

Por que a venda de carros usados cresce no Brasil: 3 motivos

1. Alta no dólar

Um dos principais fatores que explica o aumento da venda de carros usados no Brasil é a alta do dólar. O real é uma das moedas que mais se desvalorizou em comparação com a moeda americana, o que tem grande impacto em praticamente todos os nossos produtos, especialmente no setor automotivo.

O que acontece é que, sempre que o dólar sobe, produtos que são importados se tornam mais caros. Ainda que o Brasil tenha várias fábricas de marcas de carros, elas são apenas montadoras e não fabricantes em si. Isso significa que grande parte dos itens usados nos carros são importados, especialmente aqueles eletrônicos.

Portanto, sempre que o dólar sobe, os produtos do setor automotivo, especialmente os carros, ficam mais caros. No entanto, automóveis que já estavam em circulação no Brasil mantêm o mesmo preço. É por isso que os carros novos estão mais caros, mas os usados não.

2. Escassez na produção

Outro fator que afeta o preço dos veículos 0km no Brasil é a escassez na produção interna. Na prática, o mercado interno tem sofrido muito com a falta de produção, muito porque as grandes empresas estão com fábricas fechadas ou trabalhando em ritmo menor por causa da pandemia do novo coronavírus.

A única empresa que está trabalhando em um ritmo próximo do normal é a Fiat e, não é à toa, está dominando o mercado brasileiro justamente porque tem mais carros para vender.

Como as fábricas estão produzindo pouco, há escassez de carros novos. Quando há escassez, a lei da oferta e demanda faz com que os produtos fiquem mais caros. Afinal, há menos produtos no mercado, o que os torna valiosos.

No entanto, a quantidade de carros usados e seminovos é a mesma. Na verdade, aumenta um pouquinho a cada ano. Por isso, há mais oferta de veículos usados e seminovos, o que faz com que eles sejam mais baratos e, portnato, mais acessíveis.

3. Queda na renda

Por fim, um fator importante que explica o aumento de venda de usados é que o brasileiro sofreu uma queda significativa na sua renda nos últimos anos, tanto em valores nominais, quanto em poder de compra. Portanto, isso significa que adquirir um carro 0 km, que já era difícil, ficou ainda mais inacessível.

A única maneira realista de comprar um carro é via financiamento, mas com 70% dos brasileiros inadimplentes, os bancos não estão dispostos a liberar crédito facilmente, o que aumenta os juros e torna tudo mais caro.

Considerando tudo isso, é muito mais difícil comprar um veículo 0 km, que já está mais caro do que o normal e se torna ainda mais inacessível com os juros do financiamento.

Um veículo usado, no entanto, tem um preço muito mais acessível. Mesmo com um financiamento, ele ainda é muito mais barato do que um carro 0 km e, portanto, muito mais pessoas podem comprá-lo.

Além disso, carros usados e seminovos podem ser adquiridos de várias formas. Por exemplo, muitas concessionárias aceitam o atual carro do comprador como entrada, o que facilita muito o negócio.

Como deu para ver, os 3 fatores acima contribuiem para um cenário em que a venda de carros usados cresce no Brasil. Tanto a alta do dólar, quanto a escassez na produção, afetam os veículos novos, mas não os usados. Por isso, os primeiros ficam muito mais caros comparativamente com os segundos. Por fim, a queda de renda da população a afasta cada vez mais de automóveis 0 km, deixando apenas que a classe mais abastada compre veículos novos com mais frequência.

E aí, entendeu por que a venda de carros usados cresce no Brasil? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.