Skate: Conheça mais sobre a prática esportiva

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em novembro 21, 2022

O skate tem se tornado muito popular ultimamente, principalmente após as Olimpíadas de Tóquio, onde o esporte rendeu várias medalhas para o Brasil, considerado por muitos anos coisa de “vagabundo” o skate vive sua melhor fase e mostra toda a sua importância.

Essa má fama perseguiu esse esporte durante anos e aqui no Brasil, ele inclusive foi proibido em 1988, pelo prefeito de São Paulo Jânio Quadros, ele dizia que era esporte de marginal e não queria que andasse de skate na região da Zona Sul.

Com esse decreto ele queria ter o controle das ruas da região, para que os skatistas não ficassem transitando pela área, ainda bem que as coisas mudaram e hoje as pessoas reconhecem toda potência desse esporte.

Esse é um esporte democrático que pode ser praticado por pessoas de todas as idades, e não precisa ser atleta profissional para andar de skate não, seja você funcionário de uma empresa de topografia ou estudante, você consegue fazer umas manobras.

Andar de skate consiste em realizar manobras sobre o solo, podendo ter obstáculos ou não e se equilibrando sobre o skate que é uma prancha que possui dois eixos, rolamentos e quatro pequenas rodas.

Uma breve história do skate

Não existe uma data certa de quando surgiu o equipamento do skate, assim como as outras invenções, que acabam surgindo em diferentes épocas, em diversos países.

Estima-se que na virada do século XIX para o XX, os rollers scooters que eram uma espécie de patinete eram bem populares nos Estados Unidos.

Além disso, existem relatos de que em 1918 pessoas tiravam a parte da frente do patinete e usavam de uma forma bem parecida como usamos o skate hoje.

Mas a versão oficial é que o skate surgiu em 1950 na Califórnia, nessa época os grupos de surfistas instalaram rodas e eixos nas pranchas para simular o surfe nas calçadas, é justamente desse movimento que surge o nome skateboard.

Com isso os surfistas podiam praticar o surf em dias em não havia ondas e foi assim que esse esporte começou a dominar os lugares e fazer a cabeça dos jovens, e em 1959 o primeiro skate fabricado em série começou a ser comercializado.

Aqui no Brasil o skate surge em meados dos anos 60 no Rio de Janeiro, trazidos por filhos de norte americanos ou por alguns brasileiros que viajavam para os Estados Unidos.

Mas foi só em 1990 que o skate ganhou projeção mundial, graças ao norte-americano Tony Hawk, você pode não saber nada de skate, trabalhar a vida toda com gerenciamento de impressão e não seguir o esporte, mas tenho certeza que você já ouviu falar dele.

Graças a ele o skate começou a ganhar notoriedade e se transformar no esporte mundialmente conhecido que temos contato nos dias de hoje.

Onde o esporte é praticado?

O skate é praticado nas ruas ou em pistas de skate, suas modalidades são:

  • Freestyle, onde os skatista fazem várias manobras no chão;
  • Vertical, que é praticado em pistas em formato de U;
  • Down Hill, descida de ladeiras em alta velocidade;
  • Downhill Slide, descida de ladeiras em alta velocidade, realizando manobras;
  • Mini-rampas, praticado em rampa que mistura o Street e Vertical;
  • Street, praticado nas ruas das cidades.

No caso do street ele pode ser praticado em vários lugares como corrimão de vidro, bancos, escadas das ruas, enfim qualquer lugar que se torne um obstáculo para o skate.

Já quando falamos de competições só existem duas categorias, que são elas o street que é o circuito com obstáculos e o Half Pipe que é a rampa em formato de U, as manobras dos competidores são avaliadas por juízes que atribuem notas para as manobras.

As competições duram em média dois dias, no primeiro dia acontece a fase classificatória e no segundo os melhores skatistas que foram selecionados no dia anterior, tem duas chances para realizar suas manobras, aquele que tiver a maior nota na mesma volta, vence.

Já na competição Olímpica os atletas têm direito a quatro voltas de 45 segundos para mostrar suas melhores manobras e sequências na pista, apenas a maior nota é utilizada para a classificação geral e com isso os oito melhores disputam a final da modalidade.

Nas olimpíadas de Tóquio, o Brasil ganhou três medalhas de prata no esporte e conseguiu conquistar muitos admiradores da modalidade, mostrando como o skate é importante.

Qual a diferença entre Skate Park e Street?

O Skate Park é uma modalidade em que a pista é oca com uma série de curvas, como se fosse uma espécie de piscinão, ela possui elementos como corrimões e rampas maiores, essa pista permite uma variedade de manobras por conta da altura que pode ser atingida.

Os atletas devem realizar três voltas de 45 segundos e a melhor volta conta como a pontuação final da rodada, os competidores são avaliados por cinco juízes que dão notas de zero a 100 pontos, na fase preliminar ninguém é eliminado caso sofra alguma queda.

No Park todos os competidores são obrigados a usarem capacetes. Já o Skate Street é diferente do Park, pois a sua pista simula elementos que tem nas ruas das cidades como os corrimões, lombadas, rampas e as escadas, os atletas realizam duas voltas de 45 segundos.

O skatista continua andando mesmo se cair, além de terem cinco tentativas de manobras com o pontuador zerado em caso de queda, também são avaliados por cinco juízes, mas os pontos vão de zero a dez.

No caso do Street as notas mais baixas e mais altas são descartadas, pois o resultado é a média das três restantes, diferente do Park, no Street só os competidores menores de idade são obrigados a usarem capacete.

Mas se você quer começar a praticar o esporte saiba que por ser uma modalidade radical exige certos equipamentos de segurança para todos, seja você alguém acostumado com atividades de risco como operador de elevador de carga ou uma dona de casa.

Por isso é essencial que você utilize equipamentos de segurança como capacete, joelheira e cotoveleira, para te proteger das quedas.

Benefícios ao se praticar skate

Saiba que o skate é um esporte indicado para qualquer idade e possui vários benefícios para a saúde física e mental.

Ele ajuda a aumentar a flexibilidade e resistência física, ótimo para quem passa o dia todo no escritório de uma empresa de laudo cautelar de vizinhança, por exemplo, e precisa aumentar sua resistência.

Entenda que quando você anda de skate não são apenas seus pés e pernas que trabalham, para que você consiga se locomover também precisa movimentar os braços e troncos para que você mantenha o equilíbrio.

Com isso o esporte te ajuda a trabalhar todo o corpo, aumenta sua flexibilidade, principalmente,  nos tornozelos, além de aumentar sua resistência física, ainda mais se o esporte for praticado frequentemente.

Andar de skate faz bem para a saúde do coração e fortalece as articulações, melhorando todo o sistema cardiovascular, pois durante o exercício o corpo acaba inspirando mais oxigênio, o que consequentemente faz com que o coração bombeie mais sangue.

Outro benefício que pode ser observado é o fortalecimento das articulações, o que ajuda a evitar problemas como a artrose e artrite ou outras doenças relacionadas ao sistema esquelético.

Além disso, o skate queima calorias e ajuda a dar forma aos músculos da perna e aos glúteos, essa é uma ótima notícia para quem deseja emagrecer.

Se for praticado regularmente e acompanhado de uma dieta saudável com uma carga seca de gorduras, ajuda a queimar em média 500 calorias, além disso, por ser um esporte que mexe com o corpo todo, ajuda a definir os músculos.

Fora todos esses benefícios para o corpo, o skate ajuda a diminuir o estresse e aumenta a concentração, ou seja, a parte emocional também é beneficiada, pois ela libera endorfina, além de deixar a mente ocupada com uma atividade física, te dando motivação.

Pense que esse vai ser um momento para se desconectar dos momentos estressantes do dia, seja o dia corrido de trabalho no escritório de uma empresa de mesa densimétrica, por exemplo, ou o trânsito, momentos pessoais, portanto, com o skate você vai conseguir relaxar.

Além disso, você consegue aumentar a concentração, já que o foco usado para conseguir executar as manobras acaba funcionando com uma espécie de aprendizado e te beneficiando em outros aspectos da sua vida.

Viu como o skate não é apenas coisa de adolescente ou de pessoas que não tem o que fazer? Ele é um esporte até mesmo para você que trabalha com controle de acesso para condomínios.

Já passou da hora, das pessoas perderem o preconceito e reconhecerem como esse esporte é importante para a saúde e para a sociedade como um todo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade