Reengajamento: Veja como resgatar um lead perdido na sua base de cadastro

Tempo de leitura: 8 min

Escrito por gabriel
em abril 28, 2023

Um bom lead é uma das coisas mais valiosas que uma empresa pode ter em termos de marketing e conversão. Conquistar o interesse do público é um trabalho árduo e que demanda bastante investimento. 

Por conta disso, a ideia de perder um lead pode ser aterrorizante. Se isso estiver acontecendo com a sua empresa, o que você precisa é de um fluxo de reengajamento. Entenda o que isso significa e como recuperar seus clientes.

O que é engajamento?

Engajamento é o grau de envolvimento que um usuário tem com a sua marca ou empresa. Isso inclui a interação em redes sociais, a leitura de e-mails e a visita ao site. 

Para uma empresa, o engajamento é fundamental. É através dele que você constrói relacionamentos com seus clientes e cria uma comunidade em torno de sua marca.

Além disso, o engajamento ajuda a aumentar a visibilidade da sua empresa, aumenta a probabilidade de recomendações boca a boca e pode até mesmo melhorar seu posicionamento nos mecanismos de busca.

Para melhorar o engajamento, é importante fornecer conteúdo relevante e de qualidade para o seu público-alvo. 

Além disso, é essencial entender quem é o seu público e como ele se comporta nas diferentes plataformas em que sua marca está presente. Somente assim você poderá criar uma estratégia de engajamento eficaz.

Assim como o disjuntor caixa moldada protege um sistema elétrico, o engajamento protege a relação entre a empresa e seus clientes. Quando há engajamento, os clientes são mais propensos a permanecerem fiéis à marca e a recomendar seus produtos ou serviços. 

Fluxo de reengajamento

Um fluxo de reengajamento é uma estratégia utilizada no marketing digital para reconectar os usuários que já interagiram com a sua marca, mas não estão mais tão engajados quanto antes. 

Os fluxos de reengajamento consistem em uma sequência de ações que visam estimular a interação do usuário com a marca. 

Por exemplo, é possível enviar e-mails personalizados com conteúdo relevante sobre esus online, oferecer promoções exclusivas, convidar para eventos ou enviar pesquisas de satisfação. 

O importante é encontrar uma abordagem que seja adequada ao perfil do seu público-alvo e que faça sentido dentro do contexto da sua estratégia de marketing digital.

Quando um usuário se envolve com a sua marca, ele demonstra que tem interesse no que você tem a oferecer. Entretanto, com o tempo, é possível que esse interesse diminua e ele passe a prestar mais atenção em outras marcas.

Com o fluxo de reengajamento, é possível manter essa conexão e reacender o interesse do usuário. Isso aumenta as chances de conversão e ainda ajuda a criar um relacionamento mais forte entre a marca e o público.

Assim como o agenciamento de cargas é responsável por encontrar as melhores rotas e soluções logísticas para o transporte de mercadorias, o fluxo de reengajamento encontra as melhores estratégias para reconectar os usuários com a sua marca. 

Em outras palavras, ambos buscam encontrar soluções que sejam adequadas ao contexto e às necessidades específicas de cada situação.

Por que um lead some?

Existem diversas razões pelas quais um lead pode parar de interagir com uma empresa, e entender esses motivos é fundamental para aplicar um fluxo de reengajamento eficiente.

Uma das principais razões é a falta de relevância do conteúdo. Se a empresa não consegue fornecer conteúdo que seja interessante e útil para o lead, ele pode deixar de interagir com a empresa.

Outro ponto é a falta de personalização. Se a empresa não consegue se comunicar de forma personalizada com o lead, ele pode sentir que não é importante para a empresa e deixar de interagir.

Além disso, a concorrência é cada vez maior, e se a empresa não consegue se destacar entre os concorrentes, o lead pode acabar escolhendo outra empresa para interagir.

Quando inserir um lead no fluxo?

O momento ideal para inserir um lead no fluxo de reengajamento é quando ele para de interagir com a empresa por um período de tempo significativo. 

Esse período pode variar de acordo com a estratégia da empresa e com o perfil do público-alvo, mas é importante que o lead tenha deixado de interagir com a empresa por tempo suficiente para que se possa considerar que ele está desengajado.

Por exemplo, se uma empresa de projetos elétricos perceber que um lead deixou de interagir com o site após colocar itens no carrinho de compras, ela pode iniciar o fluxo enviando um e-mail personalizado oferecendo um desconto ou uma promoção exclusiva.

Como implementar essa estratégia?

Assim como qualquer outra estratégia de marketing, o fluxo de reengajamento pede planejamento e organização.

Para aplicar uma estratégia eficaz e evitar perdas e ainda mais investimentos, atente-se aos passos necessários.

Identificação do usuário desengajado

Uma empresa pode identificar um lead desengajado através de diferentes indicadores, como:

  • Falta de interação com a marca;
  • Ausência de abertura de e-mails;
  • Falta de respostas às mensagens;
  • Falta de visitas ao site, etc.

Uma das formas mais eficazes de identificar um lead desengajado é através do monitoramento do comportamento do lead no site da empresa. 

Ferramentas de análise de dados, como o Google Analytics, podem fornecer informações sobre o tempo de permanência do usuário no site, as páginas visitadas e as ações realizadas. 

Outra forma de identificar um lead desengajado é através do monitoramento da abertura e resposta de e-mails. Se um contato não abre ou não responde aos e-mails enviados pela empresa, é um indicativo de que ele pode ter perdido o interesse.

Além disso, é possível utilizar pesquisas de satisfação para entender o nível de engajamento dos leads. 

Por exemplo, uma empresa que vende headset para telefone fixo pode enviar uma pesquisa de satisfação para clientes que realizaram uma compra ou que estão cadastrados em sua base de dados, perguntando sobre a experiência com a marca.

Criação e envio da campanha personalizada

Cada lead tem necessidades e interesses diferentes, e enviar uma mensagem personalizada que responda a essas necessidades pode aumentar significativamente as chances de reengajá-lo.

Para identificar a forma correta de enviar a campanha de reengajamento, é necessário considerar alguns fatores, como a segmentação da base de dados, a frequência e o momento de envio.

A segmentação da base de dados permite que a empresa agrupe os leads de acordo com características em comum, como interesses em um curso de PGR, necessidades, comportamento de compra, entre outros.

A frequência e o momento de envio são fatores importantes a serem considerados. Enviar muitas mensagens pode levar o lead a se sentir bombardeado e a ignorar todas elas, enquanto enviar poucas mensagens pode não ser suficiente para reengajá-lo. 

O momento do envio também pode fazer toda a diferença, já que enviar a mensagem no momento em que o lead está mais propenso a interagir pode aumentar as chances de sucesso.

A empresa pode utilizar ferramentas de automação de marketing, que permitem segmentar a base de dados, criar fluxos de e-mails personalizados e definir a frequência e o momento de envio.

Ajuste da campanha

Ajustar a campanha durante o fluxo de reengajamento é fundamental. Isso porque nem sempre a primeira abordagem é eficaz o suficiente para instigar o lead a interagir com a marca. 

Como o comportamento do lead pode mudar ao longo do tempo, estar aberto a fazer ajustes pode garantir o sucesso da campanha. 

Outra razão para ajustar a campanha é que as condições externas podem mudar. Por exemplo, a empresa pode ter lançado um novo produto ou serviço que pode ser mais relevante para o lead do que a oferta original. 

Nesse caso, a empresa pode precisar ajustar a mensagem para destacar o novo produto, como um controlador lógico programável preço, ou serviço.

Nesse processo, é importante analisar os dados de engajamento do lead, como as taxas de abertura e cliques nos e-mails, para identificar onde a campanha pode estar falhando. 

É preciso lembrar que, ao ajustar a campanha durante o fluxo de reengajamento, a empresa deve ser cuidadosa para não sobrecarregar o lead com muitas mensagens ou ofertas irrelevantes. 

Por que recuperar um lead?

Ao contrário de buscar sempre novos leads, recuperar a atenção de pessoas que já manifestaram interesse no que você oferece é uma estratégia mais econômica e eficiente para a empresa. 

Ao recuperar um lead desengajado, a empresa já tem informações valiosas sobre o histórico de interação desse usuário com a empresa, suas preferências e necessidades. 

Além disso, o custo para recuperar um lead desengajado é geralmente menor do que para adquirir um novo.

A empresa pode usar a familiaridade que o usuário já tem com os produtos e serviços para criar uma conexão mais forte e reconquistar a sua confiança na marca.

Outro benefício importante é que um lead recuperado pode estar mais disposto a comprar ou a indicar a empresa para outras pessoas.

Dessa forma, o fluxo de reengajamento é uma forma de otimizar o retorno sobre o investimento em marketing. 

Em vez de gastar recursos para atrair novos leads, a empresa pode focar em reconquistar leads que já têm interesse em seus produtos e serviços, como no caso de uma empresa de potabilidade da água.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade