Quais são as principais cirurgias odontológicas

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por MCarlos
em junho 28, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Apesar de muitas pessoas terem receio de procedimentos mais invasivos, as cirurgias odontológicas acabam sendo comuns em muitos tratamentos de doenças dentárias. Elas podem ser realizadas até mesmo em consultórios.

Dessa forma, além de muitas vezes serem simples, o pós-operatório também costuma ser rápido. Uma vez que o paciente precisa tomar apenas alguns cuidados, e após isso já está totalmente liberado em sete dias. 

Em sua maioria, grande parte dos procedimentos cirúrgicos odontológicos, além de serem realizados em clínicas, muitas vezes não necessitam de questões como internação, nem prévia, muito menos posterior ao tratamento. 

Desse modo, por não serem complicados, a maioria das cirurgias normalmente são cobertas pelo plano odontológico empresarial.

Portanto, confira a seguir tudo que você precisa saber sobre cirurgias odontológicas para desmistificar de uma vez por todas qualquer dúvida que possa surgir sobre esse assunto, para que possa realizar seus procedimentos sem medo.

O que são as cirurgias odontológicas?

As cirurgias odontológicas nada mais são do que procedimentos um pouco mais evasivos que visam algum objetivo dentro da saúde da boca, realizadas normalmente por um especialista da área, ou seja, um dentista cirúrgico. 

Dessa maneira, essa especialidade contempla todas as intervenções manuais ou auxiliadas por instrumentos no tratamento de doenças ou traumatismos. 

Assim, todas essas questões que acontecem dentro dos limites da face e tecidos relacionados do paciente estão relacionadas à cirurgia odontológica. 

Vale lembrar que essas cirurgias, muitas vezes, podem ser feitas através da cobertura de um plano dental empresarial, e realizam ações que possibilitam a remoção de tecidos comprometidos por doença, trauma ou indicação eletiva por estética.

Um exemplo de cirurgia odontológica é justamente a extração dos dentes ou até mesmo a colocação de próteses fixas 

Dessa forma, independente do seu objetivo, as cirurgias sempre serão realizadas para buscar recuperar a saúde e o bem-estar do paciente. 

Há também técnicas de reposição de tecidos comprometidos e enxertos, sejam eles de gengival e ósseo. Elas têm o objetivo de viabilizar tratamentos reabilitadores.

Em suma, para saber se você precisa fazer algum desses procedimentos, é necessário a indicação de algum dentista. Isso porque, apenas um profissional da área poderá avaliar o seu caso e indicar o melhor tratamento, analisando as características da doença. 

Para saber mais sobre procedimentos cirúrgicos, bem como, entender como eles funcionam e se são cobertos por seu plano, basta pesquisar sobre como funciona plano odontológico empresarial com sua operadora de saúde. 

Quais são as cirurgias mais comuns?

Como já dito anteriormente, a cirurgia odontológica é uma rotina dentro dos consultórios profissionais, já que a realização delas, além de serem simples, são também comuns.

Confira a seguir alguns dos procedimentos mais realizados. 

  1. Cirurgia ortognática

Esse tipo de operação é uma das mais comuns e normalmente é coberta por um plano dental para empresa

O seu foco é alterar a posição da mandíbula do paciente. Dessa forma, o procedimento é realizado em adultos, uma vez que para crianças e jovens a correção pode ser realizada através de aparelhos ortodônticos.

Essa correção é necessária quando o paciente apresenta uma posição inadequada da mandíbula, que resulta em dores constantes, assim como também, alterações nas mordidas dos pacientes, prejudicando a mastigação, fala e etc.

  1. Enxertos ósseos para implantes dentários

Essa cirurgia também é conhecida por ser necessária na colocação de implantes dentários. Isso porque, para fazer esse tipo de aplicação, é necessário o procedimento operatório para mexer na estrutura do osso maxila. 

Isso porque, o implante precisa estar bem fixado no osso, para que possa estar adequado para recepcionar o implante, que envolve a colocação da coroa e o pino dentário.

  1. Cirurgias odontológicas gengivais

Por último, mas não menos importante, essa também é um tipo de cirurgia que pode ser coberta por qualquer plano odontológico para cnpj. Isso porque, elas são indicadas para os pacientes que desenvolveram doenças periodontais, como por exemplo, a gengivite. 

Em resumo, as enfermidades periodontais podem acabar criando bolsas. Essa situação exige o retalho gengival, tanto para a limpeza das bactérias habitantes da gengiva, quanto para a redução dela.

Outras cirurgias realizadas nesse sentido são os procedimentos que podem envolver a gengivectomia, que nada mais é do que a remoção do excesso do tecido gengival. 

Além disso, há a gengivoplastia que remodela todo o tecido da gengiva, para mantê-la saudável depois de uma enfermidade periodontal.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.