Por que os gatos são conhecidos por terem sete vidas? Descubra!

Tempo de leitura: 2 min

Escrito por mateu
em abril 14, 2023

Não há como negar: os gatos são animais, realmente, fascinantes. Inclusive, ao longo dos séculos, a existência desses felinos vem cativando as pessoas ao redor do mundo inteiro. Por exemplo, uma das lendas mais populares que rodeiam esses peludos está na ideia de que eles têm sete vidas. 

Superdifundida em nossa cultura, essa concepção é propagada até os dias de hoje. Muitas pessoas, até mesmo, acreditam tanto nessa história que mal se questionam sobre a sua veracidade. Mas afinal, será que tais pets realmente têm sete vidas? Caso esteja procurando rações para gato ou qualquer outro produto para o seu companheiro de quatro patas, pare tudo o que estiver fazendo.

Hoje, te convidamos a mergulhar fundo no assunto para entender sobre a crença. Nesta leitura, você poderá compreender a origem dessa mitologia e, ao fim, saber as razões que a tornaram tão verdadeira nos dias de hoje. Vamos lá!

Os gatos ao longo da história

Se você é amante dos gatos, já deve saber que, há muito tempo, os felinos possuem a fama de serem especiais e, por vezes, até carregarem uma aura mística. 

Como exemplo, vamos até o Antigo Egito, quando esses animais eram vistos como criaturas sagradas — sendo retratados em diversas obras de arte, que vão desde as pinturas até as imponentes estátuas. 

Já na Europa Medieval, os peludos eram constantemente relacionados à feitiçaria. Naquele período, eles viviam sendo categorizados como os grandes aliados das famosas bruxas. 

Contudo, por que isso acontecia? De acordo com algumas lendas, os gatinhos possuem uma visão muito mais sensível e, logo, conseguem visualizar os espíritos. Em outras culturas, por sua vez, eles são tidos como verdadeiros protetores, afastando a sua casa e o seu próprio tutor das más energias. 

As sete vidas dos gatos

Ainda hoje, não se sabe ao certo como foi criada a concepção de que os gatos possuem sete vidas. De todo modo, existem algumas teorias ao redor do tema. A primeira delas é que a crença teve origem na Inglaterra, ainda no período medieval. 

Naquela época, os gatos eram frequentemente relacionados às práticas pagãs e, como resultado, também foram perseguidos durante a inquisição. Foi nesse período, inclusive, que nasceu a ideia de que as bruxas teriam realizado feitiços para que os seus animais pudessem viver mais. 

Há, também, outra teoria, originária do Oriente Médio. Nesta segunda opção, acredita-se que tais animais são criaturas capazes de habitar dois mundos: o terreno e o espiritual. Para se ter uma ideia, destacamos os islâmicos, que encaram os gatos como bichinhos sagrados, capazes de curar diferentes doenças. 

Uma crença que se mantém até hoje

Apesar de parecer uma ideia surreal, não são raras as pessoas que ainda acreditam na teoria de que os gatos têm sete vidas. O motivo disso? Com os anos, essa crença foi se popularizando entre diferentes povos e, com isso, criou-se uma “verdade absoluta”. Aliás, basta acompanhar alguns filmes ou livros para encontrar histórias fictícias que afirmam esse mito. 

E não acaba por aí! Existe mais um fator que influencia na disseminação dessa teoria: a habilidade que os gatos possuem de saltar de alturas elevadas e, dificilmente, se machucar. 

Tudo isso, graças ao seu corpo, formado por pernas musculosas e uma coluna vertebral muito flexível — excelente para ajustar a posição corporal no momento de um salto. Também vale lembrar que esses felinos são bem leves, auxiliando em sua capacidade de saltar e pousar com total segurança.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade