O que é pré-sal?

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por admin
em agosto 3, 2022

Uma das maiores reservas de petróleo já descobertas, o pré-sal foi visto como um “bilhete premiado” para o Brasil na época de sua descoberta

Um dos assuntos que mais aparece nos noticiários e nas discussões sobre economia e política brasileiras é o pré-sal. Descoberta em 2007, a camada, que se estende ao longo de 800 quilômetros entre os estados do Espírito Santo e Santa Catarina, é, para muitas pessoas, a solução que o Brasil tem para a venda de combustível e investimentos em áreas como saúde e educação.

Embora o assunto domine os debates desde o anúncio de sua descoberta, muitas pessoas ainda não sabem o que é o pré-sal, como ele funciona e o que o país faz com o material encontrado lá.

Por isso, vamos falar sobre tudo o que você precisa saber sobre o pré-sal agora!

O que é pré-sal?

O pré-sal é uma reserva de petróleo que se estende por 800 quilômetros da costa brasileira, indo do Espírito Santo até Santa Catarina, e também fazendo parte de Campos e Santos, duas bacias sedimentares do Espírito Santo. 

Ele recebe esse nome por estar localizado no subsolo marinho, sendo uma das formações rochosas localizadas abaixo de uma camada de sal, ou seja, pré-sal.

Nessa camada, o sal também tem a função de preservar a qualidade do petróleo: o combustível fóssil acaba tendo menos enxofre do que o petróleo extraído de outros lugares, tornando-o mais fácil de ser refinado — ou seja, transformado em derivados como gasolina e sendo menos prejudicial ao meio ambiente.

Quando ele foi descoberto?

Chamado de “passaporte para o futuro”, o anúncio da descoberta do pré-sal foi feito pela Petrobras em 2007.

A expectativa dessa descoberta era tornar a exploração e a produção de combustível e gás no Brasil ainda maior: era estimado que a camada de pré-sal acumulava reservas o suficiente para produzir 3,4 bilhões de barris de petróleo, além de 174 bilhões de metros cúbicos de gás.

No entanto, existem alguns obstáculos enfrentados para a extração do petróleo dessa reserva.

Quais os obstáculos para extrair o petróleo do pré-sal?

Existem quatro obstáculos que chamam atenção quando falamos sobre a extração de petróleo do pré-sal: a profundidade, o custo, a necessidade de manter o petróleo em uma temperatura correta para extração e o próprio sal.

A camada de reserva de petróleo está localizada a 7 mil metros de profundidade, fazendo deste um dos grandes obstáculos para a extração. A camada de sal se junta a esse problema: na profundidade em que está localizado, o sal se comporta como uma substância diferente da que conhecemos, se tornando viscoso e instável, o que dificulta a inserção de sondas e dutos.

Na hora da extração, é necessário manter o petróleo aquecido para que os dutos não entupam. No entanto, a grande distância entre a camada e o local para armazenar essa substância torna difícil manter o petróleo em uma temperatura adequada para esse processo.

Por fim, o custo da extração é o que mais chama atenção: devido à profundidade onde a camada está localizada, são necessárias novas tecnologias, mão de obra especializada e outros recursos que fazem com que, para extrair petróleo do pré-sal, seja necessário um grande investimento por parte do governo.

Por que falam tanto sobre ele no Brasil? 

Porque o pré-sal é visto como uma riqueza brasileira. A venda de petróleo extraído desta reserva e o lucro obtido com isso pode ser usado para investir em diversas áreas, como educação, saúde e infraestrutura, melhorando-as e tornando-as referência no país.

Por este motivo, existe tanto debate acerca do pré-sal, do destino dele, do investimento para extrair o petróleo e, por vezes, até mesmo do país que é dono daquela reserva, e essas discussões não sairão tão cedo da pauta popular.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade