O perigo da insuficiência renal nos felinos

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por mateu
em outubro 18, 2023

Entenda mais sobre a doença mais comum entre os gatos, quais os sintomas e como os donos podem evitar que isso aconteça

Se você gosta de animais e tem bichinhos de estimação em casa sabe como é importante que a saúde deles esteja sempre em dia. Por serem nossos companheiros em todos os momentos, o que qualquer dono deseja é que seu animal esteja sempre saudável. Isso vale para todos os animais, porém, este artigo tem foco nos gatos e em uma das doenças mais comuns entre os bichanos.

A insuficiência renal é um problema que acomete a maioria dos gatos. Estima-se que a cada 3 gatos, 1 apresenta os sintomas da doença. Apesar de ser um dos problemas mais comuns em gatos idosos, isso não exclui o fato de que ela pode aparecer no seu gatinho mais novo, afinal, doenças ligadas aos rins podem ter causas variadas. O mais importante quando falamos de insuficiência renal é fazer o diagnóstico precoce, o que vai garantir que o animal tenha mais chances de se recuperar da melhor maneira.

A maioria dos médicos veterinários fazem certas recomendações sobre ter gatos em casa. A mais importante delas é ter bebedouro para gatos e se certificar de que o seu bichinho está bebendo água o suficiente — quando o animal está desidratado ele fica mais sensível e com mais chances de ter insuficiência renal. Confira a seguir algumas informações importantes sobre o que é essa doença, quais os sintomas e como o diagnóstico precoce é tão importante. 

O que é a insuficiência renal em gatos

A insuficiência renal é uma das doenças mais comuns em gatos e ataca principalmente os rins do animal. Quando aparece vai crescendo gradativamente à medida que os filtros responsáveis por eliminar todas as substâncias nocivas para a saúde do animal começam a ter problemas com isso. Essa é uma doença que pode evoluir para problemas graves na saúde do gato. Em casos de insuficiência renal, o animal perde cerca de ⅔ da quantidade de filtros presentes nos rins.

Além disso, a doença pode ser categorizada de duas formas: crônica ou aguda. Na forma crônica, a insuficiência renal é gradativa e geralmente está relacionada a lesões nos rins que não podem ser tratadas, ligadas principalmente ao envelhecimento do animal. Na forma aguda, a doença está ligada à diminuição do funcionamento dos rins e, geralmente, é causada devido a algum tipo de intoxicação. Nesses casos, é importante que o animal seja diagnosticado o mais rápido possível. 

Sintomas e diagnóstico de insuficiência renal em gatos 

Os sintomas da doença vão progredindo conforme a doença vai avançando dentro do corpo do animal, mas o principal sintoma é quando a função dos rins fica completamente comprometida. Entre os demais sintomas, o gato pode apresentar anorexia, hipertensão, anemia, perda de peso progressivo, vômitos e diarréias.

No entanto, além de observar todos os sintomas, é necessário realizar exames laboratoriais para ter certeza de que se trata de insuficiência renal. O mais recomendado é levar o gato para um médico veterinário assim que ele começa a apresentar os sintomas mais leves, que incluem perda de apetite e dificuldade para engolir ou quando ele não faz xixi como de costume. 

Dicas para ajudar na prevenção da doença 

Mantenha a comida sempre fresca

Para fazer com que o seu gato tenha sempre o apetite renovado, evite colocar a comida dele cedo demais e deixá-la no pote o dia inteiro, ela perde o cheiro e deixa de ser crocante, o seu bichano provavelmente vai ignorar ela e ficar sem comer. Por isso, mantenha sempre o pote de comida com uma ração fresca e coloque aos poucos e procure deixar longe de outros produtos que tenham um cheiro forte, isso pode confundi-los. 

Os gatos preferem água em movimento

Os gatos são animais espertos e estão sempre usando seus instintos, por isso eles preferem quando a água está em movimento — um pote de água parada não vai chamar a atenção de nenhum deles. O ideal é que você tenha um bebedouro que tenha água corrente, mantendo-a sempre limpa e fresca.

Gatos bebem água de acordo com a oportunidade 

Se você quer fazer com que o seu gato beba mais água, certifique-se de que ele vai ter opções para isso. Uma dica é instalar diversas fontes de água em diferentes lugares da casa, isso vai aumentar a chance de ele parar para beber um pouquinho, mas lembre-se de manter a água sempre fresca.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade