Marketing de Experiência: o que é e como funciona

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por lucas
em novembro 29, 2022

Os consumidores dão muito valor a empresas que lhes proporcionam boas experiências, e para isso, elas devem trabalhar em cima do chamado marketing de experiência.

Mesmo que uma pessoa não chegue a comprar um produto ou serviço de uma loja, ela certamente se lembrará de uma boa ou de uma má experiência que teve ao ser atendido.

E fazer um bom atendimento ajuda qualquer negócio a manter uma imagem positiva na cabeça do público que busca por lavanderia de roupas mais próxima, por exemplo.

Com isso em mente, este artigo explicará o que é marketing de experiência, como ele funciona, por que utilizá-lo e quais são seus 3 V’s.

Além disso, falará sobre como uma empresa pode investir em marketing de experiência, como fazer esse tipo de marketing e, por fim, quais são suas vantagens.

Conceito de marketing de experiência

O marketing de experiência está entre as várias vertentes do marketing, essa abordagem é usada por quem deseja provocar sentimentos positivos no atendimento ao cliente.

Ou seja, por uma empresa que oferece aula samba de gafieira e que deseja levar a melhor experiência possível aos seus clientes.

Nessa abordagem é preciso notar os desejos específicos dos clientes para que as expectativas desses consumidores não só sejam alcançadas, mas também superadas.

Para oferecer essa experiência positiva é necessário que a equipe tenha um conhecimento profundo sobre vendas, desde a apresentação da marca ao cliente até o pós-venda.

Assim, com todo o processo de compra e venda de produtos ou serviços fica acompanhado, a empresa ganha divulgações positivas vindas dos próprios clientes.

Como o marketing de experiência funciona?

O funcionamento do marketing de experiência é extremamente simples e lógico e começa pela avaliação do negócio ao vender baias para lan house.

A empresa avalia tudo o que as pessoas fazem dentro do PDV (Ponto de Vendas), e como elas se relacionam com os produtos ou serviços.

Depois disso, a equipe de marketing compara ideias que podem ajudar a transformar essas experiências, deixando-as melhores do que já são ao retirar os pontos negativos dela.

Isso pode parecer muito mas está longe de ser somente um processo técnico ou burocrático, até porque sensações, emoções e sentidos também são muito trabalhados no marketing de experiência.

Por que utilizar o marketing de experiência?

O uso do marketing de experiência é capaz de levar uma série de vantagens para a marca de instalação de banheira com aquecedor elétrico.

Um dos motivos para utilizá-lo é a possibilidade de gerar um sentimento de identificação do cliente para com a marca, aumentando as chances de fidelização.

Além disso, uma boa experiência melhora muito a relação e ajuda a fortalecer os laços entre a empresa e os seus consumidores.

Muitos outros benefícios que ajudarão a entender mais o porquê de utilizar o marketing de experiência serão mencionados no decorrer do artigo.

Saiba quais são os 3 Vs

Quando se fala de marketing de experiência, um negócio que vende selo mecânico duplo deve sempre levar em conta os seus 3 Vs, sendo eles:

Valor

O primeiro V é de valor, que nada mais é do que o que o cliente notou sobre a experiência dele de compra e do negócio em si.

Ou seja, sobre o sentimento de identificação que ele teve com a marca ao adquirir algum de seus produtos ou serviços e o valor que ele deu a isso.

As comunicações devem ser claras assim como os valores da empresa, para que o propósito de levar identificação ao público seja alcançado.

Verdade

Em cada processo de compra, seja lá qual for o item vendido, a verdade sempre deve prevalecer. Até porque ninguém gosta de ser enganado.

Por isso, é essencial que um vendedor seja honesto e sincero com os clientes em todos os momentos e em todos os contatos que tiver com eles.

Quando uma marca é fiel aos seus valores e verdadeira ao cumprir o que diz, as chances de o público se sentir ligado à ela aumentam muito.

Vontade

Aumentar o interesse dos consumidores em adquirir um projeto ou serviço da marca é algo que está ligado diretamente à verdade que se transmite para eles.

Para tanto, o fundamental é se manter presente para que o cliente se sinta amparado em cada um dos processos da sua jornada de compras, são eles:

  • Aprendizado e descoberta;
  • Reconhecimento do problema;
  • Consideração da solução;
  • Decisão de compra.

Quando a companhia se faz presente em todas essas etapas, fica muito mais fácil para ela oferecer tudo o que o cliente precisa para suprir as suas necessidades.

Como uma empresa pode investir nesse marketing?

Para ajudar a entender como um negócio que vende gelo de coco para whisky pode investir nesse tipo de marketing, é crucial realizar algumas ações, como:

Sair do tipo de vendas padrão

Não é preciso nem indicado manter o mesmo padrão de vendas para uma empresa, ainda mais se ela decide se atualizar e passa a vender também pela Internet.

Muitos negócios acabam mudando seu estilo de vendas por uma série de motivos, e  o marketing de experiência ajuda muito nisso, já que permite mostrar todo o potencial de atendimento da marca.

É possível aplicar a ideia no negócio e aumentar ainda mais as oportunidades de vendas, seja em uma pequena empresa ou uma grande organização.

Envolver toda a empresa na estratégia

Para que essa estratégia funcione como deve, equipes como as de marketing e vendas devem abraçar a ideia e trabalhar juntos para o sucesso dela.

Para que o público acredite na marca, os colaboradores também devem acreditar e aprovar as soluções que ela oferece ao mundo.

As chances de uma corporação ter sucesso aumentam muito quando ela conta com colaboradores engajados e que acreditam no lugar que trabalham.

Como fazer esse tipo de marketing?

Para que um negócio que oferece serviços de assistencia tecnica electrolux refrigerador possa fazer o marketing de experiência é preciso seguir algumas dicas essenciais como:

Ser inovador

Para que uma empresa se destaque das demais na hora de fazer o marketing de experiência é essencial que a equipe pense “fora da caixa”, ou seja, inove.

Não é preciso inventar coisas novas, porém elaborar novas maneiras e abordagens pode ser um grande diferencial para a marca.

Se atentar para fora do pdv

É preciso também pensar em como usar o ponto de vendas e em como atuar fora dele, seja em um site, e-commerce ou outros locais.

Ao investir em novos pontos de vendas, a marca pode criar novas experiências que sejam originais para apresentar seus serviços ou produtos.

Explorar ferramentas de contato

Uma boa ferramenta de contato pode ajudar muito uma organização a criar experiências mais personalizadas para cada um dos seus clientes.

E no mercado existem várias ferramentas que podem ajudar nisso, sejam elas online ou offline, algumas delas como chatbots, e-mails marketing, sistemas CRM e muitas outras.

Quais são suas vantagens?

Por fim, algumas vantagens já citadas no decorrer do artigo podem ser notadas com a aplicação desse marketing, e será possível conhecer mais sobre elas a seguir.

1. Maior número de fidelização

A fidelização de clientes faz com que os mesmos fiquem tão apaixonados por uma marca que acabem se tornando compradores frequentes dela.

Com o marketing de experiência, as chances de o número de fidelização de uma empresa que vende porta de aço reforçada aumentarem são enormes.

2. Identificação do público com a marca

A aplicação do marketing de experiência ajuda a marca a mostrar também os seus valores e causar uma identificação maior do público.

As pessoas acabam se sentindo mais próximas não somente dos produtos ou serviços que são oferecidos, mas também da ideia que o negócio vende.

3. Atração de mais consumidores

Por último, usar o marketing de experiência, ainda mais em locais diferentes do PDV, ajuda a atrair muito mais pessoas que podem ser futuros consumidores da marca.

Uma empresa que apresenta algo memorável para pessoas passando em uma praça de alimentação em um shopping, por exemplo, pode causar um grande impacto.

O que leva mais pessoas a conhecê-la, atraindo-as até os pontos de venda para saberem mais sobre a marca e aumentando as chances de serem futuras clientes.

Considerações finais

A experiência do cliente vem sendo cada dia mais uma das maiores prioridades na hora de montar as estratégias de vendas de uma empresa, seja um pequeno negócio ou uma organização já consolidada.

No entanto, para isso, tanto a equipe de marketing quanto a equipe de vendas deve se atentar a todas as questões que envolvem o marketing de experiência.

Assim, as ações podem ser melhor elaboradas e as chances de a estratégia ser bem aplicada e dar certo aumentam de maneira exponencial.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade