Veja como mensurar os dados digitais com um KPI

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em novembro 10, 2022

Talvez você não saiba disso, mas há uma coisa em que as estratégias de sucesso têm em comum, que é: todas elas acompanham constantemente a performance das ações. E o KPI, por sua vez, é um indicador que merece uma atenção especial. 

De acordo com a pesquisa Content Trends de 2017, 78,1% das empresas documentam sua estratégia caso ela seja bem-sucedida. As empresas que não fazem essa documentação, a porcentagem cai para 25,2%. 

Realizar esse acompanhamento, faz com que você entenda o que está funcionando, e o que precisa de melhorias. 

Adotar essa prática, inclusive, é essencial para fazer com que um site que trata sobre AVCB preço, por exemplo, entenda como os objetivos estão sendo alcançados, principalmente quando se trata em estar nas primeiras posições do ranking de pesquisa.  

Resumidamente, ter o costume de fazer esse acompanhamento é a melhor maneira para analisar os seus resultados. 

Mas essa análise precisa apresentar números. É com esses números que você fica sabendo se o resultado está de acordo com os objetivos da sua empresa. 

Ou seja, é um processo que também demanda um tempo especial, em outras palavras, é como se fosse realizar uma análise de SPDA, tendo em mente que é necessário dedicar uma parte do dia para analisar os fatores. 

Além disso, esse acompanhamento torna mais visível se o seu ROI está, de fato, satisfatório diante das condições atuais do seu negócio. 

Para que você consiga medir os seus resultados de uma maneira mais fácil, vamos falar neste artigo tudo o que você precisa saber sobre os famosos KPIs. 

O que é KPI?

A origem do KPI vem da sigla em inglês Key Performance Indicator, que traduzido para o português brasileiro, significa Indicador-chave de Performance. 

Ter KPIs bem definidos, faz com que uma loja virtual de manta, consiga administrar melhor suas estratégias para estar em buscas do tipo “manta impermeabilizante valor”. 

Resumidamente, é uma forma de medir se uma ação, ou conjunto de iniciativas, estão de fato, trazendo os resultados esperados para a empresa. 

No geral, há uma infinidade de indicadores que podem ser medidos, afinal, estamos em uma era em que o fluxo de informação é imenso e constante. O ponto central é saber identificar os pontos que realmente são importantes, e que merecem ser medidos. 

Essa identificação, na verdade, é importante para entender se as estratégias tomadas por uma empresa de aluguel de aparelho lava jato, por exemplo, estão de fato, dando certo ou não. 

Qual a diferença entre KPI e métrica?

É necessário explicar a diferença entre KPI e métrica, porque a confusão entre os dois é muito comum de acontecer. 

Entendendo as características de cada, torna-se mais fácil fazer os acompanhamentos necessários para colocar uma empresa que tem como, suas principais palavras-chave “aço para construção preço” nas primeiras posições. 

Resumidamente, KPIs não são as mesmas coisas que métricas, mas uma métrica pode se tornar um KPI. Inicialmente pode parecer meio confuso, mas ao decorrer do artigo você vai entender. 

Os KPIs, como você pôde entender, são indicadores importantes para o seu negócio, enquanto a métrica é apenas algo a ser medido. 

Se por algum motivo essa métrica se torna importante para o objetivo da sua empresa, ela passa a ser um indicador-chave. Dessa forma, uma empresa de demolição de galpões, passa a ter o caminho em mãos para melhorar suas estratégias. 

O importante, nesse processo, é entender o que pode ajudar na tomada de decisão da sua empresa. Essa, na verdade, é uma premissa básica para a escolha de qualquer KPI e é dessa forma que uma métrica se torna um indicador importante no negócio. 

Como escolher um bom KPI?

Inicialmente, você precisa saber que, antes de escolher uma métrica para se tornar um KPI, ela precisa ser relevante para o objetivo da sua empresa. 

Ou seja, uma loja que vende luminária comercial LED, por exemplo, deve ter em mente quais os indicadores que são, de fato, relevantes para o resultado. 

Se você possui o desejo de ter mais visitantes no seu blog, acompanhar o preço médio das compras do seu cliente dentro do e-commerce, não é um acompanhamento interessante de ser feito. 

Os KPIs estão ligados ao objetivo da sua empresa por um motivo bem simples: são eles que medem a performance de cada um dos seus objetivos, por isso que até mesmo uma empresa de serviço de levantamento topográfico, deve adotar a definição dos seus indicadores-chave. 

Vale pontuar também que os indicadores errados, naturalmente, mostram performances erradas. Assim, você pode até sentir a impressão que está indo muito bem, mas na verdade não está. 

Pensando em te ajudar nessa decisão, listamos abaixo, 5 características que formam um bom KPI. 

Disponibilidade de ser mensurado

Essa característica pode parecer meio óbvia, mas é a pura verdade. Para que você consiga escolher um KPI principal, ele precisa estar disponível para que possa ser mensurado e analisado corretamente. 

Para facilitar o entendimento, entenda: você só pode quantificar leads depois que eles sejam gerados. 

Importância para a base do negócio

Ao definir um KPI no seu negócio, ele mostra que a sua estratégia está tendo resultados e o que o objetivo do seu negócio está sendo atingido. 

Se o seu negócio começar a crescer e vender mais, o KPI irá te mostrar que você está crescendo e vendendo mais. 

Relevância

Um dos maiores erros que, na verdade, costumam acontecer com frequência na hora de escolher um KPI, é optar por indicadores de vaidade. Em outras palavras, são números que não mostram nenhum resultado mas que fazem a equipe de marketing ficar feliz. 

Indicadores primários, como comentários, curtidas e compartilhamentos em redes sociais não mostram resultados concretos. Ou seja, você deve voltar o seu foco para o que realmente importa. 

Ajuda nas escolhas inteligentes

Quando se trata de tomar decisões no ambiente corporativo, uma das coisas mais inteligentes de fazer, é reunir informações e dados para ajudar na tomada de decisão. 

O seu indicador-chave de performance primário precisa te ajudar a fazer escolhas inteligentes. 

Ter periodicidade

Como você já deve saber, um KPI precisa ser medido constantemente, afinal, é esse acompanhamento que permite entender o que funciona e o que não funciona, e se o ROI está, de fato, interessante para o negócio. 

O ideal é que você escolha KPIs que possam ser medidos periodicamente, e que ajudem na tomada de decisão. 

Por que os likes no Facebook não são relevantes?

Ao decidir os indicadores relevantes para o seu negócio, é bem comum as pessoas escolherem a quantidade de comentários, curtidas e compartilhamentos no Facebook como um indicador-chave. 

Tenha em mente que um bom KPI é aquele que mostra como o seu objetivo está trazendo mais negócios e oportunidades para a sua empresa. Ou seja, o número de likes não é suficiente para analisar o resultado da sua empresa. 

Na verdade, a única forma para usar as interações sociais como KPIs, é relacioná-las com outros fatores. 

Por exemplo, quantos clientes que vieram do Facebook comentaram na sua publicação? Quanto curtiram? Fazer essas correlações podem trazer alguns dados interessantes, mas uma interação social sozinha, não. 

KPIs para o e-commerce

Por fim, uma das melhores coisas a se fazer para garantir que os objetivos de um e-commerce sejam alcançados, é definir os KPIs. 

Por exemplo, imagine que você deseja aumentar o ticket médio das compras dentro da sua loja online. Para fazer isso, você pode utilizar várias táticas, como:

  • Descontos em determinados produtos;
  • Combos com os principais produtos;
  • Frete grátis;
  • Mimos para conquistar o cliente. 

Mas, mesmo oferecendo essas vantagens para o cliente, como é possível saber se o ticket médio está aumentando? Simples, acompanhando a receita média por transação. 

Se a receita estiver crescendo, você está fazendo um bom trabalho. Se não estiver crescendo, algo está errado. Para descobrir isso, basta adotar os KPIs secundários. 

Um dos motivos para que o visitante não esteja mais comprando no seu site, é porque o seu checkout tem algum problema, ou porque as informações não estão bem distribuídas no site. 

Você pode acompanhar o bounce rate para descobrir quais páginas têm mais desistências. Considere usar também o average time on page, para descobrir quanto tempo os visitantes passam em uma página. 

Se você achar necessário, use também o pages/visit para saber se eles estão navegando pelo seu site, descobrindo e pesquisando os seus produtos. 

Conclusão

Considerando que o cenário entre as empresas está cada vez mais competitivo, principalmente no ambiente digital, adotar estratégias como a definição de KPIs, por exemplo, é uma forma para se destacar na área. 

Portanto, não deixe de adotar esse acompanhamento no seu negócio. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade