Flywheel marketing: uma nova maneira de pensar o Inbound

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por lucas
em novembro 29, 2022

O flywheel marketing ganhou espaço no mercado por conta de seu grande diferencial estratégico. Trata-se de uma estrutura estratégica que consegue colocar o consumidor no centro do seu funcionamento. 

Por este motivo, é de enorme importância conhecer o funcionamento desta estratégia de vendas, uma vez que, até mesmo para anunciar uma vacina para gato V5 na comunicação de uma clínica veterinária poderá se fazer necessário o seu uso.

Tendo em vista a repercussão dessa abordagem no mundo da administração, das vendas e do marketing, será interessante colocá-la ao lado de outras estratégias já bastante conhecidas e muito usadas no mercado, como é o caso do funil de vendas.

Desde a venda de um caderno personalizado feminino em uma papelaria, até mesmo em um complexo fluxo comercial de uma rede de atacado, se faz cada vez mais necessário compreender essa nova modalidade de marketing.

Por esta razão, e para que seja possível aproveitar melhor os seus benefícios, este texto terá como objetivo apresentar o conceito de flywheel marketing, mostrando o seu conceito, seu funcionamento e a sua importância no cenário atual do mercado.

Por último, e para que até mesmo produtos como mesa de trabalho com 3 gavetas possam ser mais vendidos nas lojas, será de grande utilidade finalizar o artigo apontando os impactos da abordagem naquilo que se entende como Inbound Marketing.

O que é Flywheel Marketing?

Essa estratégia diz respeito a um novo conceito que aborda o marketing e vendas de uma posição diferente das tradicionais, dando um foco muito maior na fidelização do usuário.

Por conta disso, em vez de possuir um formato de funil, ela tem uma forma circular, para potencializar a ideia de que o método diz respeito a um ciclo que não tem fim.

Desse modo, essa abordagem constitui em uma ferramenta com uma importância tão grande para as companhias, que seria até possível dizer que pensar na sua aplicação deveria ser algo feito antes de definir o endereço virtual para abertura de empresa.

Além do mais, trata-se de um conceito que se espelha na imagem do próprio significado do seu nome. O termo flywheel significa volante de rotação.

Trata-se da engrenagem circular que fornece força a uma máquina. E é justamente aqui que entra a analogia a um círculo, de modo a mostrar que o ciclo é constante e sempre se renova.

Neste conceito, o volante é composto de atração, engajamento e experiência do usuário. Desse modo, é importante dizer que a ênfase principal está na fase de experiência do usuário.

Ao parar para analisar com atenção, é ótimo atrair os clientes, interagir com eles e dar-lhes uma experiência realmente memorável, que, por sua vez, completará o papel de atrair novos clientes e desse modo renovará o ciclo mais uma vez.

Ao privilegiar a fase da experiência, é possível que uma empresa de limpeza em eventos consiga, ao mesmo tempo, atrair e reter seus clientes.

Para que seja possível conhecer a característica principal do conceito de flywheel, é interessante imaginar que existe uma roda em movimento.

No início, todos sabem que é preciso aplicar um determinado esforço, bastante energia, para que essa roda possua força suficiente para começar o seu giro.

Mas, ao passo em que a roda começa a girar, ela ganha cada vez mais velocidade, exigindo menos energia da força que a estava empurrando. Desse modo, o movimento fica mais fácil com o passar do tempo.

Funcionamento e importância desta estratégia

O desempenho dessa abordagem do marketing depende essencialmente de três fatores, que são a velocidade que gira, a quantidade de fricção e o tamanho da estrutura.

Quando se trata da velocidade do flywheel, é possível afirmar que ela está relacionada com as áreas que proporcionam maior impacto aos seus clientes, como é no caso dos departamentos de marketing, de vendas e de pós-vendas.

Isso se dá pelo fato de que são justamente os clientes que giram esse fluxo em uma empresa, e sua satisfação com os produtos e serviços fornecidos será fundamental para uma loja de porta de madeira articulada definir o seu tamanho e a sua velocidade.

Além do mais, ao promover a marca indicando novos clientes e adquirindo produtos complementares ou adicionais, que consiste no chamado upselling, é possível dizer que já se tem meio caminho andado para a definição dessas duas pendências.

Já a fricção nada mais é do que o atrito que a roda do Flywheel dá enquanto gira, esse aspecto é o principal responsável pela diminuição da velocidade de uma estrutura dessas.

Trazendo isso ao marketing, essa tal fricção pode ser encarada como tudo aquilo que torna o cliente insatisfeito com a empresa em questão.

Por esta razão, é fundamental avaliar os motivos que fazem um consumidor desistir da compra, e concentrar fervorosos esforços para contornar todos esses obstáculos.

Por fim, o tamanho do flywheel está ligado diretamente com os dois fatores já mencionados anteriormente, a velocidade e a fricção.

Se a velocidade do processo for suficiente, e sem os empecilhos da fricção, a estrutura crescerá de forma natural, bem como os resultados de venda e o faturamento da companhia de modo geral.

Flywheel marketing e funil de vendas

Existem algumas estruturas que já estão consagradas no marketing e que fazem rivalidade direta com essa abordagem em questão. Um exemplo disso é a estratégia de funil de vendas.

Deste modo, e para que seja possível discernir qual a melhor estrutura a se aplicar, por exemplo, em uma empresa de coleta de resíduos ou uma startup de contabilidade, será de grande valia se apoiar nessas quatro diferenças entre as duas estratégias:

  1. Diferentes abordagens para a experiência do cliente;
  2. No flywheel, o consumidor está no centro de tudo;
  3. Percepção a respeito do final dos processos;
  4. Formas de priorizar a satisfação dos clientes.

A proposta do marketing flywheel é construir estratégias para o setor de publicidade que englobam cada vez mais o que acontece na vida útil do consumidor, após a conversão ou o fechamento de uma venda.

Elimina-se o pensamento de que fechar uma venda é o final de toda a ação, e que a preocupação com o pós-venda, com a satisfação e até mesmo a experiência do consumidor devem ficar em segundo plano ou mesmo serem descartadas.

Impactos do flywheel no inbound marketing

Por fim, é preciso trazer algumas considerações a respeito da relação do flywheel com o inbound marketing.

A princípio, é preciso considerar que ele está em constante evolução, em virtude da sua estreita relação com a experiência do consumidor. Dentro desse contexto, existem algumas mudanças que precisam ser citadas.

A primeira é que não existe mais um ponto final. Sem sombra de dúvida, esta é a grande alteração que causou o nascimento do flywheel nas táticas de inbound marketing.

Antes, o ponto final era levado em consideração quando um usuário conseguia adquirir um determinado produto ou serviço, uma vez que o intuito dessa metodologia era levá-lo para a conversão.

Agora, o Inbound se consolidou como um ciclo contínuo que, além de atrair, também tenta cativar os clientes já alcançados.

A segunda mudança são as iniciativas de retenção pró-ativas e agressivas. Como um ciclo contínuo nunca tem término, essa modalidade de marketing se preocupa de forma especial com os estágios de pós-vendas.

Por esta razão, essa tática sugere que exista uma interação contínua e efetiva com os consumidores atuais para fidelizá-los e, deste modo, motivá-los a comprar novamente

Pode-se dizer que, apesar de o princípio do funil de vendas servir também para reter os usuários, uma vez que faz com que eles se aproximem das marcas de modo orgânico, o marketing flywheel é muito mais proativo nas iniciativas de retenção dos consumidores.

Por fim, a terceira mudança é que a força passa a ser a verdadeira oportunidade. Pois, anteriormente, a obtenção de leads era considerada o grande motor das táticas de inbound marketing.

Quando um usuário compartilha os dados de contato, é muito mais simples alcançá-lo e motivá-lo a realizar uma compra, da mesma forma como ele próprio pode buscar informações sobre coisas como carteira de motorista de caminhão pela web.

Entretanto, essa modalidade de marketing vai muito além. Para essa tática, o verdadeiro diferencial é a geração de força suficiente para fazer girar a roda que dá vida ao processo, a roda do ciclo de interação entre o consumidor e a marca.

Considerações finais

Neste artigo, foi possível observar, não apenas o conceito e o funcionamento da estratégia de flywheel marketing, mas toda a importância e o contexto do seu uso nos mais diferentes negócios do mercado atual.

Por esta razão, é preciso afirmar que essa ferramenta será indispensável para os próximos anos e será necessário que as empresas a conheçam e aprendam a realmente utilizá-la para se destacar e se estabelecer no mercado.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade