Escoliose: saiba o que é, sintomas e tratamentos 

Tempo de leitura: 8 min

Escrito por gabriel
em agosto 10, 2022

Estar sempre atento a nossa saúde e ao funcionamento do nosso corpo é ideal para que se tenha uma vida repleta de saúde e ânimo, diante disso estar atento à escoliose é um dos fatores primordiais.

A escoliose está relacionada a nossa coluna vertebral, sendo caracterizada como uma posição patológica onde se tem um desalinhamento, resultando em uma contorção do eixo, fazendo com que a coluna se incline para trás, para frente ou para os lados.

Diante desse movimento as pessoas tendem a sentir dores intensas nas costas, atrapalhando o seu bem-estar e fazendo com que se tenha esse incômodo de forma constante.

Geralmente essa deformidade pode estar presente desde a infância, por isso realizar uma visita a um centro de medicina do trabalho, pode ser essencial para evidenciar essa característica e realizar ações para conseguir tratar.

Além disso, é importante ressaltar que as mulheres geralmente são as mais afetadas pela escoliose, por isso é essencial ter atenção e buscar formas de tratar essa deformidade, estabelecendo um bem-estar em sua vida e no seu corpo.

Vale ressaltar também que a escoliose é definida através de dois tipos, sendo classificada como funcional e estrutural, a funcional não atinge os músculos, já a estrutural atinge as vértebras e se fixa na coluna.

Com isso, ao destacar essas informações fica claro o quanto ter atenção e identificar essa deformidade o quanto antes é essencial, realizando ações para ter um controle e estabelecer um bem-estar através do seu corpo.

Pensando nisso, hoje iremos falar justamente sobre a escoliose, fazendo com que você entenda suas causas, motivos da existência e tudo o que você precisa saber para tratar e estar atento a essa deformidade.

Causas e motivos da existência da escoliose

As causas da escoliose muitas vezes estão associadas a uma forma desconhecida, não tendo de fato algo totalmente claro ou razões específicas, entretanto fatores genéticos influenciam e têm uma grande parte para que essa deformidade aconteça.

Vale ressaltar que alguns fatores relacionados a doenças como a paralisia cerebral e poliomielite também podem acabar resultando na escoliose, fazendo com que a pessoa pós trauma devido à doença tenha essa deformidade.

Diante desse desenvolvimento da escoliose é bem comum que nas fases iniciais não se tenha sintomas totalmente claros e evidentes, por isso muitas vezes essa deformidade acaba passando despercebida e acarretando em uma série de problemas para o corpo das pessoas.

Ao não identificar e não ser evidente os sintomas das dores, a escoliose continua evoluindo chegando em alguns graus mais preocupantes e fazendo principalmente com que se tenha dores constantes por conta dessa deformidade.

Através do desenvolvimento da escoliose se tem curvas de 30 graus, onde o tratamento se dá de forma mais tranquila, conseguindo ter uma melhora através de uma fisioterapia ou de procedimentos RPG.

Temos também as curvas acima de 30 graus, que ainda não estão no maior grau de desenvolvimento, onde já é necessário tanto o tratamento através de fisioterapia e o uso de coletes para resultados melhores.

E por fim, as curvas acima de 50 graus, onde são necessários procedimentos cirúrgicos onde se tem o uso de descartaveis cirúrgicos e afins, fazendo com que essa pessoa tenha de enfrentar uma situação mais delicada através dessa cirurgia a ser realizada. 

Por isso, o ideal para ter êxito através do tratamento da escoliose é identificar essa doença de forma precoce, conseguindo ter um controle através de procedimentos e ações mais simples.

Como tratar a escoliose

Como foi dito para ter êxito e um melhor tratamento, um dos passos essenciais é identificar a escoliose de uma forma prévia.

Portanto, independentemente da sua rotina corrida, seja você um fornecedor de seringas ou um advogado, é importante passar no médico e sempre manter sua saúde em dia.

Assim, ao se prevenir, passar no médico e ser identificado de fato o diagnóstico da escoliose, algumas ações podem ser realizadas buscando esse tratamento, sendo eles:

  • Exercícios específicos de fisioterapia;
  • Realização e tratamento através do RPG;
  • Uso de coletes;
  • Realização de cirurgia.

Ao evidenciar os tratamentos para escoliose vale ressaltar que tudo sempre vai depender do grau que sua deformidade está, por isso antes de realizar qualquer ação passe em um médico e tenha precisão no seu diagnóstico.

Além disso, é importante a realização de alguns exames, identificando os tipos de escoliose, conseguindo entender tudo que envolve essa deformidade, tendo êxito através do tratamento e a busca pela melhora.

Tipos de escoliose

Por mais que as diferenças entre as escolioses sejam mínimas, de fato ao ser analisado e realizado exames médicos, se tem um prognóstico bem diferente para caracterizar cada uma.

Em alguns momentos é bem comum que se tenha diversos mitos em relação aos tipos e causas da escoliose, por exemplo, que ao carregar itens mais pesados como um desmineralizador de água se desenvolve essa deformidade, entretanto isso não passa de boatos.

Logo, para que fique claro os tipos de cada deformidade e sua origem, acompanhe os pontos destacados a seguir. Confira!

Escoliose congênita

Esse tipo de escoliose é um dos mais comuns, acompanhando a pessoa desde o momento do seu nascimento, assim praticamente desde o ventre se tem essa má formação, contando com essa deformidade e as características citadas.

Nesse caso, é importante que ao nascer se realize uma bateria de exames, identificando de forma rápida e conseguindo realizar esse controle através do crescimento.

Escoliose neuromuscular

Esse tipo de escoliose surge por conta de sequelas de doenças neurológicas, sendo algo comum após doenças como poliomielite e paralisia cerebral, deixando de fato essas sequelas e fazendo com que se tenha esses reflexos através da sua vida.

Assim, como é necessário a realização de uma ducha oftálmica para a limpeza dos olhos e essa prevenção, realizar consultas e entender o grau de escoliose após as doenças é algo fundamental também proporcionando essa prevenção nesse momento.

Escoliose idiopática

A significação desse tipo de escoliose é bem curiosa e um tanto misteriosa, não tendo uma significação para sua causa e de fato sendo uma das mais comuns e encontradas em muitas pessoas que possuem essa deformidade.

Geralmente essa escoliose se diferencia através dos níveis de evolução, onde cada pessoa desenvolve um grau, tendo os cuidados e ações necessárias através dessa identificação.

Escoliose pós traumática

Esse tipo de escoliose tem algumas características semelhantes à escoliose idiopática, também sendo caracterizada através de doenças, tendo seu surgimento alinhado a doenças do tecido conjuntivo.

Por isso, ao ter um diagnóstico referente a essas doenças citadas, é fundamental estar atento, conseguindo vencer esse desafio e manter seu corpo e organismo de uma forma saudável.

Escoliose degenerativa

Essa escoliose geralmente é causada por fatores alinhados a idade da pessoa, causando uma degeneração dos discos da coluna vertebral, fazendo com que se tenha esse desgaste e o corpo se encontre nessa situação.

Logo ao destacar esses tipos de escoliose, é importantíssimo realizar exames identificando os níveis e graus que o seu corpo se encontra diante da escoliose.

E através disso realizar a ação necessária, seja uma cirurgia utilizando uma afiação de instrumental cirúrgico ou um tratamento através de fisioterapia.

Assim, ao ter esse cuidado e de fato ter uma noção e consciência diante dos tipos de escoliose e das características de cada um, é primordial que se realize as ações necessárias para o tratamento e que se tenha um acompanhamento médico através de cada momento.

Qual médico procurar para tratar a escoliose?

As pessoas que se encontram com alguns sinais e de fato com as características da escoliose devem procurar um ortopedista ou até mesmo um fisioterapeuta, gerando esse diagnóstico e conseguindo realizar ações precisas para o tratamento.

Assim como para a implantação de uma bomba de engrenagem se busca um profissional para ter êxito, a busca de um ortopedista nesse processo é fundamental, garantindo uma direção e fazendo com que as ações realizadas venham ter efeito e melhores resultados em sua saúde.

Com isso, ao buscar um médico e ser diagnosticado com escoliose, as ações para o tratamento sempre vão depender do grau em que a pessoa se encontra, tendo algumas variações conforme as características de cada um.

Entretanto, uma das ações mais indicadas para as pessoas que se encontram com escoliose é o tratamento através de fisioterapia, conseguindo ter bons resultados e através desse acompanhamento realizar exercícios precisos para uma melhora.

Dessa forma, ao buscar um auxílio e de fato ter esse diagnóstico se evita a progressão da escoliose, realizando esse controle e indo em direção a uma vida muita mais saudável e positiva.

Além disso, o pilates e o RPG também são totalmente indicados e auxiliam através de exercícios e movimentos que possibilitam uma melhora da sua coluna, gerando de fato esse processo para uma melhora da escoliose.

As cirurgias e os processos através de tubos especiais de silicone são mais indicados em casos extremos, onde de fato essa deformidade já se encontra em graus totalmente consideráveis.

Por isso, ao destacar essas ações e todas as informações, é primordial que ao se encontrar com dores e sintomas associados à escoliose, se procure um médico imediatamente, evidenciando e buscando formas de controlar e evitar um avanço dessa deformidade.

Desse modo, se evita problemas que podem ser totalmente prejudiciais, mantendo o seu corpo, mente e organismo saudável, conseguindo ter o melhor através da sua vida e de cada momento.

 Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade