Educação financeira: como lidar com a digitalização do mercado?

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por mateu
em janeiro 23, 2023

Saber como lidar com a digitalização do mercado é uma tarefa dura para os investidores, mas para acompanhar o desenvolvimento do mercado será necessário ter garra

O mundo tecnológico está sempre em expansão. Agora, com a tokenização de ativos, milhares de brasileiros estão buscando obter conhecimento sobre o assunto para conseguir acompanhar a evolução que está ocorrendo no mundo dos negócios, envolvendo a blockchain e os criptoativos.

Sendo totalmente novidade para muitos, a tokenização de ativos e não ativos se baseia em transformá-los em um token digital comerciável. Estima-se que esse ato pode ser a porta de entrada para diversas possibilidades envolvendo as negociações da blockchain e do mercado.

Os tokens começaram a ficar populares entre os internautas em meados de 2022, quando surgiram as figurinhas NFTs, acompanhada dos grandes movimentos e da comercialização delas. 

Desde então, plataformas como OpenSea recebem movimentações diárias de negociações envolvendo as NFTs e as criptomoedas, como Bitcoin, Etherium e outras diversas moedas virtuais que existem atualmente.

Pessoas que nunca tiveram contato com esse mercado de NFTs e criptomoedas não sabem que os tokens são um registro digital feito através de uma rede blockchain, que trabalha como um banco de dados criptografados protegendo a carteira que contém as moedas virtuais. 

Estima-se que esse meio de negociação pode ser até mais seguro e, exatamente por isso, diversos investidores, buscando não correr grandes riscos, estão trabalhando firmemente para conseguir tornar possível essa nova alternativa para realizar os investimentos através de ativos e não ativos tokenizados.

Levando em consideração todas as informações acima, saber como lidar com a digitalização do mercado pode parecer uma tarefa bastante difícil, porém, essa é uma tarefa que todo investidor terá que aprender com o passar do tempo e com o avanço das tecnologias. 

Logo abaixo, estão algumas dicas para conseguir lidar com a digitalização do mercado, a fim ajudar o investidor que nunca teve contato com esse novo mercado digitalizado a ter um norte.

Lidando com a digitalização

Como tudo evolui, o investidor também será obrigado a evoluir para continuar a realizar seus investimentos. Mas essa tarefa não será nada fácil, dadas as circunstâncias. Afinal de contas, o investidor já possui seu estudo e entende o atual mercado, e, ao ser forçado a evoluir, ele terá que sair de sua zona de conforto, aprender novas coisas e experimentar os novos horizontes que o avanço da tecnologia no mercado está trazendo.

Uma boa dica que poderá ser dada aos negociadores com relação a usar a tokenização em benefício próprio é aproveitar todas as opções que estão surgindo juntamente com essa ideia. 

Afinal, ser um dos primeiros a experimentar e realizar essas negociações poderá ser útil para conseguir entender rapidamente o funcionamento e tentar apostar em algo que seja inovador e que traga uma boa rentabilidade no futuro.

Então, com base em todas as informações acima, pode ser dito que impedir o avanço da evolução das negociações é impossível, mas aprender a se adaptar a elas para conseguir transformar o novo e o desconhecido em lucro pode ser uma boa maneira de conseguir lidar totalmente com a digitalização do mercado.

Assim, estudar bastante sobre os tokens, a fim de aprender mais sobre como funcionam os criptoativos, as criptomoedas e a blockchain em si, será útil para auxiliar o investidor a ter um pouco mais de conhecimento sobre o funcionamento dos novos modos de negociações que logo irão surgir no mercado.

Vale ressaltar que o mercado financeiro nunca mais voltará a ser como antes, já que a tokenização está mudando totalmente a forma de observar o mercado atual. Com todas as vantagens que essas novas negociações podem agregar ao mundo dos negócios, está cada vez mais aceita a ideia de realizar negociações tokenizadas, e isso está se tornando realidade no mundo.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade