ERP: Conheça 5 vantagens de implementar e saiba porque está em alta

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por lucas
em novembro 22, 2022

ERP é um tipo de sistema que controla a gestão de processos, de dados e permite a junção de todas essas áreas. 

Com essa ferramenta, o gestor pode ter uma visão das fases de trabalho e otimizar as performances da empresa. E por isso é um sistema muito interessante de se implementar em um negócio.

É um sistema que um oftalmologista para cachorro pode usar em sua clínica, pois ela poderá avaliar as coisas de maneira mais profícua sem se privar de ter uma visão mais horizontal das coisas. E isso vai facilitar quando for necessário uma tomada de decisão.

Hoje em dia, já há um entendimento de que as operações e processos dos negócios estão mais rápidas por conta de novas ferramentas, dos softwares e, também, por conta da automatização de tarefas e processos, tudo isso tem agilizado os procedimentos.

Uma empresa que trabalha com a venda de pasta executiva porta notebook personalizada não deixa de utilizar essas ferramentas ou sistemas, pois deixar todos os seus processos rápidos descomplica o seu dia a dia.

As novidades, como o sistema ERP, surgem a todo momento no mercado, principalmente por causa dos grandes avanços tecnológicos nos últimos anos. ‍É impossível que estes não sejam bem aproveitados, ainda mais o ERP, por serem uma ferramenta quase completa.

Se uma loja que fornece camiseta de academia personalizada estiver buscando algum sistema que possa controlar a gestão de processos, ele é o mais indicado no mercado.

Ao decorrer do presente artigo, será apresentado o conceito do sistema ERP, como ele funciona e as suas vantagens. Por isso, se quer-se entender melhor o tema, é interessante ler atenciosamente o artigo.

Conceito de ERP

O ERP quer dizer Enterprise Resource Planning, que, traduzindo do inglês, significa Planejamento dos Recursos da Empresa. 

Logo, o sistema ERP nada mais é do que um programa de gestão empresarial que serve para automatizar os processos manuais, guardar os dados e unir a visualização de resultados.

O ERP funciona como se fosse um software de gestão para unir as informações e facilitar o fluxo de serviços entre as áreas. 

Levando em conta que cada setor necessita de uma ferramenta individual para poder produzir os relatórios e executar atividades rotineiras, o ERP passa a ter uma função mais fundamental. 

Pois ele funcionará como se fosse um centralizador do fluxo de trabalho, alinhando a comunicação de todas os setores e simplificando a tomada de decisão.

Desse modo, em vez de cada setor ter um software para si próprio, o ERP concentra todos os dados de forma conectada e inteligente dando ao negócio autonomia na execução de atividades diárias e tornando a comunicação mais interligada. 

Objetiva-se que, por exemplo, o setor de finanças possa entender em tempo real o status de seus ganhos e direcionar o dinheiro de forma mais assertiva de modo a ter gestão total do fluxo de caixa.

Todos os exemplos supracitados são ações diárias dentro de uma empresa que podem muito bem se tornar árduas e com muitas falhas, tanto em relação aos ruídos de comunicação que complicam o fluxo de trabalho diário.

Os objetivos e como funciona o ERP funciona

Um dos focos principais dessa ferramenta é a automatização dos processos de cada área e o trabalho de modo sincronizado dos dados em tempo real. 

Com um sistema de gestão mais integrado, o retrabalho, a duplicidade de atividades e a complicação em achar informações essenciais são praticamente jogadas fora da rotina de negócios de modo que se cresça a produtividade e o bom compartilhamento de dados. 

Tudo isso possibilita às tomadas de decisão do negócio tornarem-se muito mais tranquilas, seja a curto, seja a longo prazo, pois todos os dados ficam concentrados em um só espaço, de modo organizado e seguro, em uma base de dados mais confiável. 

Como foi que surgiu o sistema ERP?

Os passos iniciais para se chegar a ferramentas tão modernas como se há hoje foram dados em 1950. Nesta, foi usado o primeiro mainstream, que tinha como foco a automatização de gestão de estoques.

Esse foi um grande passo inicial para o desenvolvimento desse mecanismo que, até então, tornava-se bastante caro para os negócios e ainda era muito lento.

Nos anos 1970, a evolução do sistema de controle trouxe para o mercado o Material Requirement Planning, que é mais precisamente dentro da fabricante Black and Decker, basicamente uma especialização muito inteligente.

Esse cenário se alarga até à década de 80, em que as redes de computadores surgiram para resolver dois problemas: permitir o uso de servidores e reduzir a comunicação entre os famosos setores das empresas, seja por meio de software ou visibilidade de informação.

Na década de 90, com a evolução nas redes de computadores, arquitetura computacional e a baixa nos investimentos de hardware, os softwares de controle já se tornaram um grande diferencial nas maiores empresas, uma ferramenta indispensável de controle e de gestão.

5 vantagens de usar o ERP

Será possível ver, a seguir, que há algumas vantagens que comprovam o potencial positivo dessa solução. De entre tantas, listam-se cinco:

Escalabilidade

Hoje em dia, um dos principais desafios dos negócios é adaptar-se bem à sua própria estrutura de forma a monitorar o crescimento do negócio e a ter uma gestão mais eficiente.

Isso porque, de acordo com um empreendimento que cresce, mais variáveis devem ser gerenciadas e mais dados fazem parte da sua rotina.

Maior segurança das informações

Uma outra vantagem estratégica do ERP é o reforço no que diz respeito à segurança da informação. Hoje, os dados se dizem como ativos valiosos para os negócios e, por essa razão, necessitam de ser protegidos.

Flexibilidade e acesso remoto

Trabalhar com um ERP atual também facilita muito a vida dos profissionais que querem monitorar o fluxo de informações de uma empresa que vende móveis luxo, por exemplo.

Atualmente, com o forte apelo ao mercado mobile e do digital, os softwares ERP estão mais completos e ligados de modo que permitem o acesso remoto e o monitoramento em tempo real dos dados mais essenciais da empresa.

Diminuição dos custos

No quesito custos, há vários pontos que devem ser mencionados para provar o potencial positivo do ERP.

Pode-se citar a modernização das rotinas burocráticas, que reduz gargalos de operações, permitindo não só uma operação mais enxuta, mas também mais objetiva focada no lema de negócios da empresa.

Redução do tempo de resposta em transações

Não há como não citar o valor que escolhas mais ágeis e exatas trazem ao contexto de negócios. 

Com alto fluxo de pedidos e conexões, as empresas sentem uma dificuldade em processar todos os dados e fornecer uma resposta ágil para os clientes.

Com o sistema ERP, essa tende a ser uma ocorrência muito menos comum em empresas. O fato é que, com esse modelo de sistema, imprime-se uma corrente comunicativa e informativa muito mais dinâmica nas empresas.

Principalmente para uma empresa que trabalha com a venda de calandra em tubo. Isso fará com que essa empresa tenha um fluxo comunicativo melhor.

Razões por que o ERP está em alta

Administrar com um sistema ERP desenvolve torna os negócios mais enxutos à medida que evoluem. As razões pelas quais isso acontece são:

  • Automatização de processos;
  • Economia de tempo;
  • Dialogicidade e comunicação entre as informações;
  • Processamento de dados mais ágil.

Os gastos com a implementação de um sistema ERP é simplesmente ofuscado pelo ROI de um ambiente de negócios mais eficaz e totalmente otimizado. Então, uma empresa de demolição de casas se tiver um ambiente bom, não sente o peso dos gastos.

Movimentar os aplicativos de ERP para a nuvem possibilita dimensionar, alargar, atualizar e crescer ainda mais a visibilidade e acessibilidade, aproveitando muito mais os recursos de um sistema ERP.

Essas são algumas das razões para que o ERP seja um sistema muito almejado hoje. Há algumas outras razões, mas as que podem ser citadas agora são essas.

Considerações finais

Em síntese, o ERP vai oferecer um retorno muito rico para os negócios. Além disso, dentro das instituições, o foco está em um futuro cada vez mais digital fazendo uma automatização dos processos. Até em uma empresa que trabalha com limpeza de piso de ardósia.

Agora, sabe-se da importância e como se deve continuar procurando formas de estar sempre atualizado, pois a tecnologia já é a realidade no mundo das empresas. Fazer uma melhoria contínua de processos constantes é sempre a prioridade do mercado.

Esse processo de busca constante por fazer mais melhorias é bem evidente em empresas que trabalham com sistemas cftv, que é um sistema de segurança, mas ele deve ser altamente explorado em todos os setores.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade