Como planejar os custos da sua construção ou reforma para um orçamento sem sustos?

Tempo de leitura: 2 min

Escrito por admin
em novembro 24, 2022

Conheça a lista que fará você ter uma obra tranquila financeiramente

Está pensando em tirar aquela reforma do papel, mas está com medo dos gastos? Fique tranquilo, dá para planejar e fazer um orçamento sem sustos ou dor de cabeça. Então, anote as dicas e prepare a sua lista de materiais de construção para começar seu projeto.

O planejamento é o primeiro passo para ter uma reforma bem-sucedida e com gastos controlados. Para tomar decisões inteligentes e estratégicas ao longo da obra, é preciso ter em mente os valores totais e as possibilidades financeiras. Para isso, é fundamental ter um bom orçamento.

Ao definir um valor máximo de investimento para a obra, você terá mais noção do que será possível ou não fazer, além de conseguir planejar quantas pessoas poderá contratar, quais materiais poderá comprar e até o prazo médio da construção, para não se frustrar lá na frente.

Orçamento: planejando os custos

Fazer o orçamento na maioria das vezes é um desafio e tanto. Nem sempre temos ideia do quanto cada item custa, do preço da mão de obra e de que materiais serão necessários para a construção acontecer. Por isso, é preciso fazer pesquisas, entender o mercado e colocar tudo no papel, para não se perder ao longo do caminho.

  1. Materiais

Para começar a planejar os custos da sua reforma, pense nos materiais. Esse é um dos itens básicos e mais importantes para o orçamento. Vá atrás de lojas especializadas, explique para os profissionais o que pretende fazer e peça ajuda com os materiais necessários para sua obra.

Lembre-se de ir a vários estabelecimentos diferentes, anotar os preços e as médias de valores que eles irão te dar. Busque opções diversas, desde depósitos, lojas e até mesmo online, em e-commerces. Após a pesquisa, faça uma média de quanto gastaria de acordo com os valores que encontrou e coloque como item um da sua lista.

  1. Mão de obra

O segundo item que deve ser levado em consideração no planejamento de custos é a mão de obra para a construção. Não adianta ter os melhores materiais, se o profissional que vai realizar a reforma não for competente e indicado para aquele serviço.

Por isso, busque profissionais que entendam do assunto, de preferência que sejam indicados por pessoas da sua confiança, para que eles sejam assertivos e corretos durante todo o processo. É importante dizer que nem sempre vale a pena optar pelo profissional só porque ele cobrou mais barato, pois pode ser que ele não seja o mais qualificado e acabe causando dores de cabeça e até prejuízos lá na frente.

Opte por uma mão de obra de qualidade, indicada por alguém que já tenha tido uma boa experiência com o profissional. Entre em contato com alguns e pergunte os valores para o serviço. Com os números em mãos, faça a média e adicione mais este item à sua lista.

  1. Gastos extras

Com a lista de materiais e os valores da mão de obra em mãos, você já está com o planejamento quase fechado para começar sua obra. Mas lembre-se de adicionar um valor para possíveis gastos extras.

Mesmo com todo o planejamento, é possível que imprevistos aconteçam durante a obra. Materiais quebrados, a necessidade de mais profissionais e até eventos externos, como chuvas e ventos podem prejudicar o andamento e o orçamento da construção.

Por isso, reserve sempre um valor a mais para qualquer imprevisto ou emergência que ocorra no processo. Com este item, você poderá finalizar sua lista de planejamento de custos e ter o orçamento em mãos para dar o pontapé inicial e começar a obra que tanto sonha. 

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade