10 passos essenciais para organizar o casamento

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel
em agosto 1, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Depois que você decide realmente fazer um casamento, logo se depara com uma quantidade enorme de responsabilidades que terá que lidar.

Muitas pessoas podem entrar em desespero apenas por esse fato, porém há maneiras de conseguir administrar esse evento tão especial sem precisar enlouquecer no processo.

Por mais que o casamento seja um planejamento que costuma ocorrer a longo plano, organizá-lo na prática pode ser uma tarefa extremamente complexa para algumas pessoas.

Um dos motivos que fazem com que esse evento seja complicado de lidar está relacionado às decisões que precisam ser tomadas, além dos detalhes que precisam ser considerados e imprevistos que podem acontecer em meio a essa correria.

Na prática, todos esses fatores que acontecem podem levar a um certo nível de ansiedade ao casal.

A caminhada até o altar, inclusive, é um momento de muita apreensão, visto que há todo um significado por trás. No geral, o casamento precisa ser dosado como se fosse uma amostragem de solo, considerando que é preciso estudar uma série de fatores que irão dizer onde será o palco desse grande dia.

Felizmente há alguns passos que você pode seguir para evitar entrar em pânico. Não ache que é exagero, porque esse tipo de sensação é extremamente comum nas pessoas por se tratar de um evento inédito em suas vidas.

Nesse artigo, te daremos a opção de seguir os 10 passos que serão fundamentais para manter a sua tranquilidade e, além disso, organizar todo o evento de maneira que ocorra da melhor forma possível.

1. Como escolher a data do casamento?

O primeiro passo, assim como os outros, devem ser tratados com cuidado, afinal todas as questões que envolvem um casamento tem o seu papel de importância.

Quando iniciado, o processo de realizar uma cerimônia de casamento funciona como plásticos de engenharia, onde cada engrenagem precisa estar funcionando para que nada seja comprometido.

Para escolher a data do casamento, tenha em mente que ela precisa possibilitar a comemoração perfeita, e para comemorar esse feito, tanto os noivos quanto os familiares precisam estar com uma disponibilidade maior para aproveitar esse dia. 

A primeira medida é avaliar o calendário anual do casal, evitando grandes eventos para não ofuscar o casamento, e se valendo de férias para que as celebrações sejam prolongadas.

Além de consultar o calendário, leve em consideração a temporada e os custos que você terá para o destino da lua-de-mel.

Pense também que o clima precisa estar agradável, afinal ele irá influenciar diretamente no divertimento das pessoas no local do evento. Caso o local seja fechado, considere contratar uma empresa de climatização de ambientes para administrar o clima do evento.

Para finalizar essa primeira etapa, tenha em mente os meses mais procurados e mais custosos com os seus fornecedores.

2. Como fazer a lista de convidados?

Independente das crises de família, o ideal a se fazer para montar uma lista de convidados, é pensar, inicialmente, nas pessoas que são indispensáveis para o casal.

Caso você decida que seus pais possam chamar outras pessoas, procure avisá-los antes sobre o número máximo para que o evento não se torne uma bagunça.

Dito isso, distribua o convite para todas as pessoas que formaram a sua lista de convidados.

3. Como escolher o local?

Ao contrário do que muitos pensam, o local do casamento não se limita apenas a questões estéticas, onde você se preocupa apenas em ter uma empresa de jardinagem e paisagismo para cuidar do palco do evento. O local está ligado diretamente com a data do evento e os convidados.

Outras questões também estão envolvidas nesse processo, como a recepção que pode ou não ser no mesmo local. Além da recepção, pense também se seus convidados precisarão viajar e se hospedar.

Observe que todo esse processo é semelhante a um plano de controle ambiental, onde envolve várias etapas para um resultado final.

Ter um local onde dê liberdade para que tudo se resolva é, de fato, extremamente positivo. Entretanto, para saber se isso é realmente possível, é importante ter em mente que os lugares admissíveis podem variar entre uma cerimônia civil, religiosa ou simbólica.

Vale dizer também que você precisa pensar se o local do casamento será perto de casa ou na terra natal da família. Tudo isso também envolve a ambientação desejada, o horário e a quantidade de convidados.

4. Como escolher o estilo de festa?

Após definir o local onde será realizado o casamento, é preciso pensar no estilo de decoração que mais combina com o gosto do casal. Nessa parte, o ambiente da festa é o primeiro fator a ser considerado.

Para saber qual ambiente mais adequado para o evento, analise as diferentes estéticas, sendo as mais adequadas para um casório no campo, em um luxuoso local que pode ser, por exemplo, em um hotel com painel de led quadrado para emitir cores personalizadas de acordo com sua preferência.

O vestido da noiva também pode ser utilizado como um guia nessa decisão. Se for um modelo romântico, repleto de rendas e babados, automaticamente leva a um estilo de decoração minimalista.

Antes de tudo, o mais importante a ser feito é priorizar o estilo que mais se encaixa com a personalidade do casal. Procure não se influenciar sobre as tendências que rolam nesse universo de decoração de casamento, vá pela decoração que realmente conecta com o estilo de vida dos dois.

5. Como organizar as tarefas?

Felizmente a internet tem nos ajudado em grande parte de nossas atividades do dia a dia. Até mesmo para organizar as tarefas de um casamento é possível fazer com a facilidade de ter todos os campos pré-definidos.

Para fazer essa organização, basta pesquisar na internet os modelos pré-definidos, isso irá otimizar ainda mais o seu tempo e dará mais folga para lidar com outras questões.

Geralmente tratam-se de fichas que são organizadas por categoria e prioridade. Portanto, essa tarefa de organização de tarefas passa a ser um item que pode ser resolvido com mais tranquilidade.

6. Como achar os melhores fornecedores?

Para que tudo ocorra como planejado, é importante contar com profissionais confiáveis. Para isso, você pode recorrer novamente pela internet para buscar os fornecedores ideias. 

Não esqueça também de manter a organização do evento, e para isso, considere contratar uma agencia de limpeza para fazer a higienização do local antes e depois da festa.

Dependendo do fornecedor, você pode encontrar no Google várias avaliações que irão te ajudar a saber se o profissional é confiável ou não. Além disso, você terá mais facilidade para fazer as comparações de preço.

7. Não esqueça a parte burocrática

Infelizmente há também a parte burocrática do casamento para que o Estado e a religião possam reconhecer a união de um casal. Por se tratar de uma burocracia, o processo não é tão simples quanto falar o “sim”.

Por mais que seja uma fase meio chata, é fundamental para formalizar o compromisso mútuo que chamamos de matrimônio.

Na prática, o processo pode variar de acordo com o tipo de cerimônia a ser realizada. Por exemplo, o casamento civil requer um pedido de habilitação e consegue ser realizado no próprio cartório.

8. Como escolher o menu do casamento?

Chegou a hora de saber o que você vai oferecer para as pessoas que irão comparecer em um dos dias mais importantes da sua vida. Os alimentos podem, claro, agradar o paladar do casal, mas lembre-se que haverá pessoas com gostos diferentes, portanto, considere agradar a todos que irão comparecer.

9. Como acomodar os convidados?

Uma das coisas mais chatas que podem acontecer em um casamento é os convidados sentarem em locais aleatórios. Pense, por exemplo, o quão desagradável seria um amigo de infância sentar em uma mesa cercada de pessoas que ele não conhece.

Dito isso, você irá iniciar um processo semelhante a uma empresa de levantamento topográfico, isso porque é preciso mapear as mesas e definir onde os convidados irão se acomodar.

10. Como escolher as testemunhas?

Por fim, você deve separar uma parte do seu dia para definir quem serão as pessoas que irão ocupar as posições honrosas de padrinhos e madrinhas.

Além de testemunhas, eles também têm a missão de ajudar os noivos na construção de sua nova vida de casados. Para você fazer essa escolha, os critérios a serem considerados são:

  • Afinidade;
  • Confiança;
  • Disponibilidade;
  • Intimidade com o casal.

Lembre-se também que trata-se de um evento para comemorar a junção de duas pessoas, portanto não escolha uma pessoa de testemunha por educação ou pressão social.

Assim finalizamos esse artigo frisando sobre a importância de criar uma agenda para que todas as questões que fazem parte do casamento possam ser resolvidas antecipadamente.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.