Aparelho de dente: Conheça os principais tipos

Tempo de leitura: 4 min

Escrito por admin
em setembro 21, 2021

O uso do aparelho de dente costuma ser bastante comum entre crianças e adolescentes. Mas, nos últimos tempos, a procura por esse tipo de intervenção estética tem crescido cada vez mais entre o público adulto ou idoso.  

E isso se dá, principalmente, devido aos benefícios estéticos proporcionados por esse tipo de tratamento e por causa de todas as melhorias físicas e impactos que esse cuidado gera na saúde geral dos indivíduos e na manutenção de uma boa qualidade de vida.

O tratamento ortodôntico é responsável por promover a correção de malformações ósseas e estruturais da arcada dentária, melhorando problemas que atrapalham a beleza do sorriso e solucionando quadros que podem impactar todo o bem-estar geral do paciente, como:

  • Encaixe inadequado da mordida;
  • Diastemas;
  • Apinhamento dentário;
  • Falta de alinhamento;
  • Espaço insuficiente no palato.

Essas condições são capazes de propiciar o desenvolvimento mais recorrente de doenças bucais, como as cáries, o tártaro e as inflamações gengivais. 

Mas eles também têm efeitos psicológicos e emocionais que interferem na capacidade de socialização dos indivíduos e na autoestima.

Principais tipos de aparelhos ortodônticos disponíveis

Para que as correções estruturais sejam possíveis, os médicos ortodontistas precisam reposicionar os dentes e incentivar a movimentação ósseo-facial. Assim, o uso do aparelho é essencial para a efetuação da tração necessária nos dentes.

No entanto, existe uma grande variedade desse tipo de acessório, sendo que cada um visa atuar de maneiras distintas, a fim de proporcionar os resultados almejados. 

Ainda que o modelo ideal para cada caso deva ser escolhido pelo dentista, o paciente também pode participar da escolha dos materiais e dos estilos que mais agradam.

Assim, entre os principais tipos de aparelhos ortodônticos disponíveis, temos:

  1. Fixo metálico simples

Esse é o aparelho dentário preço mais acessível do mercado e o mais comum de ser utilizado, principalmente, devido a sua grande efetividade e probabilidade de sucesso. 

Ele é constituído por bráquetes metálicos, fios, bandas e elásticos que são fixados na superfície dos dentes.

Esse tipo de dispositivo requer uma manutenção profissional todos os meses e um cuidado extra com a higienização, a prevenção de quebras e desenvolvimento de bactérias que podem comprometer a saúde da integridade dentária e dos tecidos gengivais.

  1. Fixo estético

O aparelho fixo estético tem a mesma funcionalidade e composição estrutural que o aparelho fixo comum. No entanto, neste caso, os bráquetes são confeccionados com materiais translúcidos, como o policarbonato, a safira ou a porcelana.

Isso faz com que o acessório seja muito mais discreto e, praticamente, invisível. 

Assim, esse modelo apesar de ser um pouco mais caro do que a versão anterior, é bastante recomendado para os pacientes adultos que têm receios com a aparência durante o tratamento, especialmente, em ambiente profissional.

  1. Alinhadores transparentes

Também conhecido como alinhadores invisíveis, o aparelho ortodôntico transparente preço é consideravelmente mais caro do que todos os outros tipos de acessórios de correção dental. Contudo, esse é também o modelo mais moderno e discreto disponível.

Esse dispositivo é produzido com o auxílio de softwares que confeccionam um modelo exato da arcada dentária de cada paciente e fazem com que o encaixe seja perfeito. 

Esse procedimento também apresenta diversas vantagens em comparação com os outros modelos:

  • O tempo de tratamento é reduzido;
  • Pode ser removido durante a alimentação e escovação;
  • Precisa de visitas de manutenção menos frequentes;
  • É mais confortável;
  • Não causa feridas nas bochechas ou na língua.
  1. Móvel

O aparelho dentário móvel é comumente recomendado para o tratamento infantil, como forma de impedir o desenvolvimento inadequado dos dentes e dos ossos do rosto. 

No entanto, ele também costuma ser utilizado para a contenção ao fim dos procedimentos ortodônticos.

Isso porque, como os aparelhos tiram os dentes da posição original, até que essas estruturas estejam devidamente estabilizadas no novo local, o paciente corre o risco de ter os efeitos regredidos. Por isso, o uso da contenção é crucial para o sucesso dos resultados.

Os benefícios do tratamento ortodôntico

Além da nítida melhora estética proporcionada no sorriso, o uso do aparelho de dente provoca um aperfeiçoamento importante no processo de dicção e respiração, devolve a funcionalidade dos dentes e desenvolve a mastigação.

Assim, por meio do tratamento ortodôntico o dentista consegue reduzir o excesso de tensão que é colocada sobre a articulação temporomandibular (ATM), solucionando problemas de dores crônicas na cabeça, pescoço e costas.

E ainda, o cuidado com a estética dental faz com que os pacientes precisem estar mais presentes nas consultas odontológicas, o que melhora consideravelmente a qualidade da saúde bucal como um todo.

Isso porque, os profissionais conseguem realizar limpezas periódicas com mais constância, podem tratar doenças de forma prematura e ainda viabilizam a profilaxia. 

Essas visitas também servem para sanar dúvidas acerca de outros tratamentos, como quanto custa restauração de dente, por exemplo. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade