10 sintomas de Diabetes

Tempo de leitura: 3 min

Escrito por MCarlos
em fevereiro 22, 2022

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Como saber se você tem diabetes? Essa é uma pergunta muito comum, e pensando nisso, no post de hoje separamos 10 sintomas da diabetes para você ficar mais atento.

O nosso organismo é tão incrível, que quando surge um problema, logo ele nos dá sinais de que algo não está funcionando como deveria.

Buscar informações é o primeiro passo para tratar e também controlar o caso.

No post de hoje vamos listar 10 sintomas de Diabetes. Se caso você estiver sentindo bastante dor na região da barriga, por ser úlceras então nós recomendamos você comprar Misoprostol original. (Mas não é recomendado antes de consultar um profissional)

O que é diabetes?

Diabetes é uma síndrome conhecida pela falta de insulina, que é o hormônio responsável por levar a glicose que está no sangue para as células como fonte de energia para o corpo.

Essa deficiência de glicose no organismo pode causar o aumento da açúcar no sangue.

Falando de saúde, conheça a empresa Cyto Saúde que trabalha com a área de saúde.

Conheça os 10 sintomas mais comuns da diabetes

  • Excesso de urina

O excesso de urina, conhecido como poliúria, é um dos primeiros sintomas da diabetes.

De modo geral, podemos dizer que não existe glicose na urina, pois toda a glicose que chega é absorvida de volta para o sangue. 

Entretanto, quando há um aumento de glicose no sangue, com valores acima de 180 mg/dl, essa quantidade de açúcar que chega aos rins é muito grande que ele não é capaz de absorver tudo, fazendo com que a glicose saia pela urina.

  • Sede excessiva

O paciente com diabetes urina mais vezes, com isso, ele acaba perdendo mais água do que o normal, ficando desidratado.

Daí o organismo provoca uma sede maior para repor a quantidade de água que o organismo precisa.

  • Cansaço

O cansaço excessivo é outro sintoma comum da diabetes, e acontece por dois fatores:

  1. Por causa da desidratação que falamos acima, 
  2.  Pela deficiência das células em receber glicose.

Sabemos que a glicose é a principal fonte de energia das células, funciona como o combustível para o nosso organismo. 

A insulina promove a entrada da glicose do sangue para dentro das células.

  • Perda de peso

A perda de peso é um sintoma muito comum da diabete. 

A insulina é o hormônio responsável pelo armazenamento de gordura e de proteínas no organismo. 

Além disso, como não há glicose para gerar energia, as células acabam tendo que gerá-la a partir da quebra de proteínas e dos estoques de gordura do corpo. 

Podemos concluir que o corpo sem insulina não gera músculos nem gorduras e ainda precisa pegar as reservas que existem.

  • Fome em excesso 

Como as células não conseguem colher a quantidade suficiente de glicose para gerar energia, o corpo começa a mandar sinais.

O organismo precisa de energia para executar as atividades, e a única maneira que ele entende para conseguir obter energia é através da alimentação.

  • Visão embaçada

A visão turva é um sintoma muito comum da diabetes. O excesso de glicose no sangue causa um aumento do cristalino, a lente do olho, fazendo com que mude sua forma natural, o que torna a visão embaçada. Na maioria das vezes, a visão começa a ficar turva quando o nível de glicemia está muito alto, e volta ao normal após controlar a diabetes.

  • Má Cicatrização 

O excesso de glicose no sangue causa diversos distúrbios no bom funcionamento do organismo. 

A dificuldade em cicatrizar os machucados ocorre por uma deficiência da função das células responsáveis pela reparação dos tecidos, o que dificulta gerar novos vasos sanguíneos.

  • Infecções

A diabetes também provoca sérios danos ao sistema imunológico, alterando o funcionamento de cada célula.

O diabético pode desenvolver infecções com mais facilidade, como: Infecção urinária, infecções de pele e até mesmo candidíase.

  • Mau Hálito

Como os níveis de insulina não são suficientes, as células não recebem a quantidade ideal de glicose e precisam utilizar a gordura do corpo como fonte de energia. 

Como falamos acima, o paciente diabético pode desenvolver infecções com mais facilidade, por isso, o mau hálito pode estar relacionado com infecção das gengivas ou dos dentes, muito comuns.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.